Vitória recebe o Glória-RS no Barradão pela Copa do Brasil

Após fracasso no Baiano, Leão, agora com Geninho, deve ter nova formação e estreias nesta quarta-feira, 23

Publicado quarta-feira, 23 de março de 2022 às 06:06 h | Atualizado em 22/03/2022, 22:34 | Autor: Celso Lopez
Geninho tenta, mais uma vez, recuperar o Leão
Geninho tenta, mais uma vez, recuperar o Leão -

Novamente o Vitória precisará recomeçar. O clube que almejava uma nova identidade com Dado Cavalcanti, trouxe de volta Geninho para tentar mudar os rumos da temporada. 

Contudo, depois de já eliminado precocemente no Campeonato Baiano, o Leão passará por uma crítica etapa antes de ter tempo para se preparar melhor: a segunda fase da Copa do Brasil. Com mudanças, a Fábrica de Craques recebe o Glória-RS, nesta quarta-feira, 23, às 21h30, no Barradão.

Depois de rebaixado para a Série C, o Rubro-Negro nem precisou fazer as contas para perceber as dificuldades financeiras que passaria no ano. A fim de aliviar a pressão nos cofres, as primeiras fases da Copa do Brasil são essenciais para manter tudo em ordem. Por já ter se classificado para a segunda fase ao passar pelo Castanhal, o Vitória embolsou R$ 1,37 milhão. Agora, caso avance, o clube ganhará mais R$ 1,9 milhão e poderá ter um montante de R$ 3,27 milhões só com a competição nacional.

Apesar de enfrentar um adversário sem muita tradição, a maior dificuldade do time deve ser lidar com as mudanças para a partida, tanto do técnico quanto dos atletas. A maior expectativa é de que o colombiano Tréllez, que foi apresentado em fevereiro, mas não joga desde dezembro do ano passado, possa estrear no time. Sobre o assunto, Geninho foi realista ao ser questionado sobre a possibilidade da dupla com Dinei.

“Tréllez está numa qualidade física até que boa, porque ele não teve problema de lesão. Mas vem sem ritmo de jogo, não joga desde o final do ano. Dinei tem um pouco mais de ritmo, mas vem de uma lesão séria. Ainda não está nos seus 100%. Então, manda o bom senso que você tenha um pouco de calma com esses jogadores e que vá aproveitando, de repente, um ou outro, dentro das suas melhores condições, dentro do melhor período que eles podem desempenhar dentro do jogo. No momento, começar um jogo com os dois é um pouco difícil”, admitiu o treinador em entrevista coletiva, de terça, 22.

Tempo e adaptação

Com um grande desafio logo à frente, Geninho terá que se adaptar rapidamente às peças que possui, contudo, algumas das mudanças já serão forçadas para o jogo desta quarta. O meia João Pedro testou positivo para Covid após exames realizados pelo Vitória e não poderá atuar na Copa do Brasil.  Segundo o clube, o jogador já se isolou do elenco e não participou do treino de terça. Quem deve ganhar a vaga de primeiro volante é Pablo.

Outra notícia ruim para o Leão foi a confirmação da grave lesão de joelho do lateral esquerdo Vicente. De acordo com o Dr. Wilson Vasconcelos, o exame constatou lesão e o jogador já iniciou os preparativos para a cirurgia que realizará na semana que vem. O problema ocorreu no treino de domingo e o prazo de recuperação  é de seis meses.

Mesmo com poucos dias de treino, assim como o ex-técnico da equipe, Dado Cavalcanti, Geninho terá espaço no calendário para preparar seus jogadores. Isso porque, após a partida válida pela competição nacional, o Vitória só voltará aos gramados na estreia pela Série C, contra o Remo, no dia 9 ou 10 de abril. Se depender do discurso, o técnico Geninho deve, ao menos, tentar alterar esse cenário, com modificações até mesmo no sistema de jogo e a possibilidade de utilizar três zagueiros.

“Realmente, na coletiva, eu falei que faríamos mudanças. E vamos fazer. Não adiantaria nada chegar aqui e continuar na mesma situação, jogando da mesma maneira que o Vitória vinha se apresentando. Alguma coisa teria que ser mudada, e com certeza nós faremos isso. Apenas peço desculpas por não me estender sobre o que pretendo fazer, principalmente para este jogo, porque conhecemos muito pouco do nosso adversário. O adversário tem muito mais chance de conhecer-nos a fundo. Num jogo mata-mata, então, qualquer informação que eu passar para o pessoal do Glória, acho que seria prejudicial. O torcedor pode ficar tranquilo. Ele vai ver mudanças, vai ver um time diferente”, prometeu Geninho.

A preparação para a partida contra o Glória-RS acabou na terça. Antes dos trabalhos no campo, o treinador passou um vídeo com instruções para os atletas. No gramado, Geninho realizou ajustes táticos na equipe, primeiramente com o posicionamento defensivo dos jogadores, depois o ofensivo. Após a atividade, o treinador ainda comandou um treino de bolas paradas.


Vitóriax Glória-RS - 2ª fase da Copa do Brasil 

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Quando: Quarta-feira, 23, às 21h30

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes

Assistentes: Cristhian Passos e Hugo Savio Xavier (trio de Goiás).

Vitória - Lucas Arcanjo; Alemão, Alisson Cassiano, Ewerton Páscoa e Mateus Moraes; Salomão, Pablo, Eduardo e Jadson; Roberto e Santiago Tréllez. Técnico: Geninho.

Glória-RS - Régis; Bahia, Igor Souza, Manolo e Vitor; Vacaria, Rafael Gelatti, Baggio e Matheus Paulista; Biel e Wellington.Técnico:  Alê Menezes.

Publicações relacionadas