Zverev vence Jarry e conquista Masters 1000 de Roma pela 2ª vez | A TARDE
Atarde > Esportes

Zverev vence Jarry e conquista Masters 1000 de Roma pela 2ª vez

Alemão conquista o 22º título da carreira e o seu primeiro Masters 1000

Publicado domingo, 19 de maio de 2024 às 18:17 h | Autor: AFP
Alexander Zverev celebra a conquista do Masters 1000 de Roma
Alexander Zverev celebra a conquista do Masters 1000 de Roma -

O alemão Alexander Zverev, número 5 do mundo, conquistou pela segunda vez na carreira o torneio Masters 1000 em quadra de saibro, em Roma, ao derrotar neste domingo (19) o chileno Nicolás Jarry, 24º do ranking, por 6-4 e 7-5. 

Zverev ergue esta taça uma semana antes de Roland Garros (26 de maio a 9 de junho), chegando ao 22º título da carreira e o seu primeiro Masters 1000 [os torneios de categoria mais alta depois do Grand Slam] em três anos. A última havia sido em Cincinnati, em 2021.

A incerteza que paira sobre o circuito masculino devido ao estado atual de várias das principais estrelas faz de Zverev um dos grandes destaques do torneio em Paris, onde sonha em conquistar seu primeiro título de Grand Slam. 

Rafael Nadal jogou muito pouco nos últimos dois anos e chegará à capital francesa como uma grande incógnita, enquanto o atual campeão e número um do mundo Novak Djokovic vive um ano ruim e em Roma perdeu na terceira rodada para o chileno Alejandro Tabilo. Carlos Alcaraz e Jannik Sinner sequer participaram do torneio na capital italiana por problemas físicos. 

- Dois anos após lesão -

A vitória em Roland Garros também poderá ter um sabor de volta por cima devido à grave lesão sofrida no mesmo local em 2022, nas semifinais contra Nadal, que o fez sair da quadra chorando e de muletas. Essa lesão encerrou prematuramente sua temporada. 

O título anterior de Zverev em Roma havia sido em 2017. Ele sucede ao russo Daniil Medvedev, eliminado este ano nas oitavas de final. 

"Foi um torneio especial para mim. Foi em Roma onde ganhei o meu primeiro Masters e foi aqui que ganhei o primeiro depois da lesão", explicou. 

"Foram dois anos difíceis, não sabia se conseguiria recuperar este nível", admitiu Zverev, que já acumula seis títulos de Masters 1000.

Alexander Zverev não precisou derrotar nenhum jogador do Top 10 para vencer o torneio, mas mostrou uma imagem sólida e não se deixou surpreender numa edição imprevisível.

Jarry disputou sua primeira final de um torneio superior ao ATP 250 neste domingo. Ele havia vencido as três finais que havia alcançado anteriormente (Bastad em 2019, Santiago e Genebra em 2023), mas nunca havia chegado tão longe em um Masters 1000.

No primeiro set, Jarry aproveitou o bom saque para se impor, mas o alemão confirmou seus dois primeiros break points com 4-3 no placar. Com 5 a 4 a seu favor, o alemão não perdeu a oportunidade de fechar o set aos 41 minutos. 

O segundo set teve um roteiro quase idêntico, com Zverev vencendo facilmente com seu saque e pressionando Jarry na devolução. Com 5 a 4 a seu favor, Zverev teve dois primeiros match points salvos pelo chileno, que empatou em 5 a 5. 

Zverev estava determinado a não chegar ao terceiro set e ao vencer os dois games seguintes resolveu o confronto, que durou uma hora e 41 minutos. 

- Grande semana chilena -

Nas tribunas estava presente o lendário ex-tenista chileno Jaime Fillol, avô de Nicolás Jarry.

O neto teve uma semana dos sonhos em Roma e no ranking da ATP desta segunda-feira subirá ao 17º lugar, o melhor da sua carreira. Zverev subirá uma posição, do 5º para o 4º lugar. 

"Foi uma semana que não esquecerei. Foi incrível", admitiu Jarry, emocionado e à beira das lágrimas durante a cerimônia de entrega dos troféus.   

O Chile teve um desempenho histórico neste Masters 1000, pois além do vice-campeonato de Jarry, outro de seus representantes, Alejandro Tabilo, foi semifinalista. Ele também foi derrotado por Zverev.

- Os últimos dez campeões do Masters 1000 de Roma:

2024: Alexander Zverev (ALE)

2023: Daniil Medvedev (RUS)

2022: Novak Djokovic (SRB)

2021: Rafael Nadal (ESP)

2020: Novak Djokovic (SRB)

2019: Rafael Nadal (ESP)

2018: Rafael Nadal (ESP)

2017: Alexander Zverev (ALE)

2016: Andy Murray (GBR)

2015: Novak Djokovic (SRB)

- Tenistas mais vezes campeões (entre parênteses, o ano do último título):

1. Rafael Nadal (ESP) 10 (2021)

2. Novak Djokovic (SRB) 6 (2022)

3. Jaroslav Drobny (CZE) 3 (1953)

 . Martin Mulligan (AUS) 3 (1967)

 . Thomas Muster (AUT) 3 (1996)

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS