adblock ativo

Pierrôs temem repercussão da microssérie 'O Canto da Sereia'

Publicado segunda-feira, 07 de janeiro de 2013 às 08:07 h | Atualizado em 07/01/2013, 08:07 | Autor: Juracy dos Anjos
Pierrots
Pierrots -
adblock ativo

A microssérie global O Canto da Sereia estreia nesta segunda-feira, 6. Mas, antes de o primeiro capítulo ir ao ar, uma polêmica já começa a ser gerada entre os integrantes do Grupo Cultural Pierrot's de Plataforma. Tudo por conta de uma das cenas mais emblemáticas da trama, que é o assassinato de Sereia, protagonista interpretada por Isis Valverde.

A atriz, uma estrela da axé music na trama, será morta por uma pessoa vestida com traje que remete à fantasia de pierrô em pleno Carnaval da Castro Alves. O problema começa aí, uma vez que Robson Bunes, presidente dos Pierrot's de Plataforma, que existe desde 1960, acredita que a cena trará uma repercussão negativa para os que desfilam trajados de pierrôs na folia de Momo.

"Há cerca de 20 anos, éramos vítimas de preconceito justamente porque as pessoas associavam o grupo à violência, o que era uma visão extremamente equivocada. Mas isso, na época, não impedia que até mesmo a polícia proibisse o uso de nossas máscaras no Carnaval", afirma Robson.

Na verdade, tal consequência só poderá ser sentida após o lançamento da trama. Enquanto isso não acontece, Bunes afirma que irá esperar pela estreia. Já a Central Globo de Comunicação respondeu por meio de nota: "O Canto da Sereia, assim como nossas demais produções artísticas, são obras de ficção, sem compromisso algum com a realidade - como registramos ao final de cada exibição de nossas obras".

adblock ativo

Publicações relacionadas