500 pessoas morreram em ataque contra hospital em Gaza | A TARDE
Atarde > Guerra em Israel

500 pessoas morreram em ataque contra hospital em Gaza

Autoridades palestinas acusam Israel de cometer bombardeio contra área civil

Publicado terça-feira, 17 de outubro de 2023 às 15:38 h | Atualizado em 17/10/2023, 16:18 | Autor: Da Redação
O hospital abrigava centenas de doentes e feridos, assim como pessoas deslocadas à força por causa dos bombardeios
O hospital abrigava centenas de doentes e feridos, assim como pessoas deslocadas à força por causa dos bombardeios -

Ao menos 500 pessoas morreram em um ataque aéreo israelense a um hospital no centro da cidade de Gaza, na tarde desta terça-feira, 17, segundo o porta-voz do Ministério da Saúde palestino em Gaza, Ashraf al-Qidra. 

"Mais de 500 mártires" morreram no bombardeio do hospital Ahli Arab, na cidade de Gaza, e "centenas de pessoas estão sob os escombros", afirmou o ministério em um comunicado.

O hospital abrigava centenas de doentes e feridos, assim como pessoas deslocadas à força por causa dos bombardeios. 

Segundo autoridades locais,  ainda há pessoas sob os escombros dos edifícios destruídos. As equipes médicas estão tentando retirar as vítimas, mas há um número crescente de feridos em diferentes áreas da Faixa de Gaza.A Defesa Civil Palestina considera o  ao Hospital al-Ahli como o mais mortífero em cinco guerras travadas desde 2008. 

 

 

Cerca de 3.000 pessoas morreram nos bombardeamentos israelenses na Faixa de Gaza, como parte das represálias adotadas após a incursão de 7 de outubro por centenas de milicianos islâmicos que mataram cerca de 1.400 pessoas e sequestraram quase 200.

Publicações relacionadas