Alemanha legaliza o consumo recreativo de maconha | A TARDE
Atarde > Mundo

Alemanha legaliza o consumo recreativo de maconha

Pessoas com mais de 18 anos podem transportar 25 gramas de maconha em vias públicas

Publicado segunda-feira, 01 de abril de 2024 às 14:01 h | Autor: AFP
A reforma posiciona a Alemanha entre os países mais permissivos com a maconha na Europa
A reforma posiciona a Alemanha entre os países mais permissivos com a maconha na Europa -

A Alemanha legaliza a partir desta segunda-feira, 1º, o consumo recreativo de maconha, apesar da oposição persistente dos conservadores e de associações médicas que temem consequências negativas para os jovens.

A lei estipula que pessoas com mais de 18 anos podem transportar 25 gramas de maconha em vias públicas, cultivar até 50 gramas e ter três plantas de cannabis por adulto em sua residência.

Durante a madrugada, quase 1.500 pessoas comemoraram a mudança em meio a nuvens de fumaça diante do emblemático Portão de Brandemburgo, no coração de Berlim.

No meio da multidão, Niyazi, 25 anos, disse que com a legalização há "um pouco mais de liberdade".

"É o fim da criminalização de milhões de pessoas na Alemanha", disse Torsten Dietrich, que defendia a adoção da medida há várias décadas.

A reforma posiciona a Alemanha entre os países mais permissivos com a maconha na Europa, ao lado de Malta e Luxemburgo, que legalizaram o consumo recreativo em 2021 e 2023, respectivamente.

Os Países Baixos, uma nação conhecida durante anos por sua política liberal em relação às drogas, adotaram uma estratégia mais restritiva para reduzir o turismo centrado no consumo de cannabis.

Embora a lei entre em vigor nesta segunda-feira, os consumidores terão que esperar três meses para comprar maconha de maneira legal em "clubes sociais de cannabis".

Antes de julho, a compra de maconha permanecerá ilegal, explicou à AFP Georg Wurth, diretor da Associação Alemã de Cannabis.

Segundo a lei, os clubes sociais de cannabis poderão ter no máximo 500 membros e distribuir 50 gramas de maconha por mês para cada integrante.

Publicações relacionadas