Ex-presidente egípcio Hosni Mubarak morre aos 91 anos

Publicado terça-feira, 25 de fevereiro de 2020 às 11:28 h | Atualizado em 25/02/2020, 11:30 | Autor: AFP

O ex-presidente egípcio Hosni Mubarak, obrigado a renunciar após uma revolta popular em 2011, faleceu nesta terça-feira aos 91 anos no hospital militar Galaa do Cairo, informou à AFP seu cunhado, o general Munir Thabet.

A família estava no hospital, indicou o general, que também explicou que a presidência egípcia será a responsável por organizar o funeral de Mubarak, que governo o Egito durante três décadas.

Em 24 de janeiro, seu filho Alaa Moubarak anunciou no Twitter que o pai havia sido submetido a uma cirurgia e que estava bem.

Desde que foi destituído, o estado de saúde de Mubarak era objeto de especulações e informações contraditórias que citavam depressão, câncer ou problemas cardíacos.

O ex-presidente foi hospitalizado diversas vezes no CTI desde que foi obrigado a abandonar o poder.

A notícia de sua morte foi confirmada e divulgada pela imprensa egípcia.

A presidência do Egito publicou um comunicado no qual dá pêsames à família do autocrata, "um herói da guerra de outubro de 1973" em Israel, durante a qual comandou a Força Aérea.

Publicações relacionadas