FBI desmonta grupo que planejava sequestrar governadora do Michigan

Publicado quinta-feira, 08 de outubro de 2020 às 15:49 h | Atualizado em 08/10/2020, 15:51 | Autor: Da Redação

Foi anunciada nesta quinta-feira, 8, pelo FBI, a prisão de 13 pessoas envolvidas em milícias armadas que planejavam sequestrar a governadora do estado do Michigan, a democrata Gretchen Whitmer.

De acordo com informações do G1, o grupo planejou a ação durante meses, com treinamento e compra de armas. Além disso, eles pretendiam “instigar uma guerra civil”.

O plano do grupo era sequestrar a democrata de dentro de uma casa de veraneio. Conforme o inquérito do FBI, os acusados queriam tirar a governadora do cargo por ela ter “poderes sem controle” e pretendiam ainda um tipo de julgamento por traição.

Segundo o veículo, se condenados, os integrantes dessas milícias podem pegar prisão perpétua. O plano era atacar antes de 3 de novembro, data das eleições presidenciais americanas.

Em abril, Whitmer adotou medidas de isolamento para conter o avanço do novo coronavírus no estado. Contudo, a sociedade estava dividida e parte dos cidadãos protestaram contra a paralisação das atividades. Segundo o G1, em 30 de abril, centenas de manifestantes protestaram dentro do Capitólio do Michigan contra o isolamento social apoiado pelo governo democrata. Alguns estavam armados com fuzis.

Alguns dos manifestantes usavam placas e símbolos de apoio ao presidente dos EUA, Donald Trump.

Publicações relacionadas