Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > MUNDO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
17/11/2023 às 18:55 • Atualizada em 17/11/2023 às 20:22 - há XX semanas | Autor: Da Redação

Fiocruz assina acordo para transferir tecnologia da febre amarela

Tecnologia da vacina é resultado de um acordo entre a instituição e a Argentina

Tecnologia usada em vacina será transferida
Tecnologia usada em vacina será transferida -

A Fiocruz assinou nesta sexta-feira, 17, um termo de compromisso para transferência de tecnologia da vacina de febre amarela com a Administração Nacional de Laboratórios e Institutos de Saúde Dr. Carlos Malbrán (ANLIS), instituição ligada ao Ministério da Saúde.

O encontro teve a presença das ministras Nísia Trindade, do Brasil, e Carla Vizzotti, da Argentina. Também participaram o presidente da Fiocruz, Mário Moreira, e o diretor de Bio-Manguinhos, Maurício Zuma, além do diretor da ANLIS, Pascual Fidelio. O acordo foi assinado depois da reunião entre ministros da Saúde do Mercosul, no Itamaraty, em Brasília, de acordo com o Jornal de Brasília.

Ainda será necessária a assinatura de um contrato de transferência de tecnologia entre as instituições para o detalhamento de todas as etapas do processo, assim como o cronograma que deve ser cumprido. Com a transferência tecnológica concluída, a ANLIS poderá estar capacitada para produzir o imunizante para o território argentino.

Hoje, o laboratório Bio-Manguinhos, da Fiocruz, é um dos quatro produtores mundiais da vacina febre amarela pré-qualificados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O laboratório fornece o imunizante para o SUS e outros países da América Latina, Caribe e África.

A Fiocruz já exportou mais de 7 milhões de doses de febre amarela para a Argentina, através de agências das Nações Unidas, segundo o jornal. Na Argentina, a febre amarela é uma doença endêmica e a vacinação em áreas de risco foi incluída no calendário nacional de 2002. Esse foi o mesmo ano em que a fundação brasileira iniciou o fornecimento ao país.

A ANLIS Malbrán foi criada em 1893, com o nome de Oficina Sanitária Argentina e é uma instituição de referência em pesquisa, produção, diagnóstico, vigilância ligada ao Ministério da Saúde e responsável pela coordenação de toda a rede de laboratórios públicos da Argentina e de executar as políticas públicas do país em saúde pública.

Assuntos relacionados

ANLIS febre amarela fiocruz

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

ANLIS febre amarela fiocruz

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

ANLIS febre amarela fiocruz

Publicações Relacionadas

A tarde play
Tecnologia usada em vacina será transferida
Play

Fotógrafo brasileiro expõe ação de batedores de carteira em Paris

Tecnologia usada em vacina será transferida
Play

Vídeo: Papa Francisco faz oração pelo povo gaúcho em missa no Vaticano

Tecnologia usada em vacina será transferida
Play

Vídeo: colisão de helicópteros militares na Malásia deixa 10 mortos

Tecnologia usada em vacina será transferida
Play

Vídeo: Bebê palestino nasce após morte da mãe em ataque aéreo

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA