Influenciadora chinesa morre após ser queimada ao vivo por ex-marido

Publicado sexta-feira, 02 de outubro de 2020 às 16:18 h | Atualizado em 02/10/2020, 16:20 | Autor: Da Redação

Lamu, de 30 anos, morreu na última quarta-feira, 30, após ter 90% do corpo queimado pelo ex-marido, que ateou fogo ao seu corpo enquanto a influenciadora digital fazia uma live na versão chinesa do aplicativo TikTok. De acordo com informações da IstoÉ, o autor do crime não teria aceitado o divórcio.

Ela havia pedido a separação por sofrer violência doméstica. Em 14 de setembro, o homem invadiu a casa de Lamu, jogou gasolina na ex-mulher e ateou fogo. A vítima foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo o veículo, Lamu possuía um perfil no Douyin, versão chinesa do TikTok, e já somava 782 mil seguidores e mais de 6,3 milhões de curtidas nas publicações.

Publicações relacionadas