Kiev desiste de toque de recolher de 35 horas e libera domingo

Durante o período de vigência da medida, transportes públicos, lojas, farmácias e postos estarão fechados

Publicado sábado, 26 de março de 2022 às 12:50 h | Atualizado em 26/03/2022, 12:50 | Autor: AFP
Prefeito de Kiev, Vitali Klitschko
Prefeito de Kiev, Vitali Klitschko -

O prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, desistiu de decretar um novo toque de recolher de 35 horas, o qual entraria em vigor na noite deste sábado, 26, na capital ucraniana. 

"Nova informação do comando militar: o toque de recolher em Kiev e na região não estará em vigor amanhã (domingo)", atualizou o prefeito Klitschko, no aplicativo de mensagens Telegram. 

Em vez disso, será aplicado o toque de recolher vigente, das 20h locais (15h em Brasília) às 7h (2h em Brasília), e "poderemos circular livremente em Kiev no domingo", afirmou, sem dar explicações sobre a mudança de decisão. 

Pela manhã, Klitschko havia anunciado que um novo toque de recolher seria imposto "das 20h (locais) de sábado até as 7h (locais) de segunda-feira, 28 de março". 

Durante o toque de recolher, os habitantes de Kiev "podem sair apenas para ir para um abrigo, caso soe uma sirene de alerta. Transportes públicos, lojas, farmácias e postos de gasolina estarão fechados", e poderão circular pela cidade apenas as pessoas que tiverem um passe, acrescentou.

Publicações relacionadas