Manifestantes invadem residência do presidente do Sri Lanka

O pedido no protesto era pela renúncia do presidente Gotabaya Rajapaksa

Publicado sábado, 09 de julho de 2022 às 12:45 h | Atualizado em 09/07/2022, 12:45 | Autor: Da Redação
Milhares de pessoas têm ido às ruas nos últimos meses, exigindo a renúncia dos líderes do país por acusações de má gestão econômica
Milhares de pessoas têm ido às ruas nos últimos meses, exigindo a renúncia dos líderes do país por acusações de má gestão econômica -

Após milhares de pessoas se reunirem, manifestantes invadiram a residência oficial da presidência do Sri Lanka, neste sábado, 9. Do lado de fora do prédio, o pedido era para que o presidente Gotabaya Rajapaksa renunciasse ao cargo por causa da crise econômica do país. O político não estava na residência oficial.

O país asiático de 22 milhões de habitantes sofre a pior crise financeira na história recente, deixando milhões lutando para comprar alimentos, remédios e combustível. Um toque de recolher imposto pela polícia na província ocidental do Sri Lanka foi suspenso.

Diversos políticos e a Ordem dos Advogados do país disseram que o toque de recolher era “ilegal” e que não houve casos de violência que justificassem a imposição da medida. Milhares de pessoas foram às ruas nos últimos meses, exigindo a renúncia dos líderes do país por acusações de má gestão econômica. Em várias grandes cidades as filas para comprar combustível duravam horas.

As escolas foram suspensas e o combustível foi limitado aos serviços essenciais. O primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe disse que o país entrou em negociações com o FMI (Fundo Monetário Internacional) para melhorar a economia.

Publicações relacionadas