Mulher que sofria com intenso fluxo menstrual descobre ter 2 vaginas | A TARDE
Atarde > Mundo

Mulher que sofria com intenso fluxo menstrual descobre ter 2 vaginas

Médicos descobriram condição da mulher durante procedimento após aborto espontâneo

Publicado quinta-feira, 06 de junho de 2024 às 19:54 h | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem Mulher que sofria com intenso fluxo menstrual descobre ter 2 vaginas
-

A inglesa Shannon Webster descobriu durante um procedimento médico que possuía duas vaginas e dois úteros.Descobriu ainda que a condição era o que causava as menstruações intensas que a obrigavam a usar fraldas geriátricas.

A condição da mulher, chamada útero didelfo, acomete cerca de 0,03% dos bebês do sexo feminino e ocorre por causa de uma divisão extra da cavidade uterina durante o processo de formação fetal. No caso de Shannon, a anomalia resultou em duas vaginas e dois úteros, sendo que cada útero dela possui uma Trompa de Falópio e um ovário.

Shannon contou que apresentava cólicas e fluxo menstrual intensos desde os 14 anos e que, após as primeiras relações sexuais, começou a usar fraldas geriátricas, porque os sangramentos sempre vazavam dos absorventes.

Após engravidar do primeiro filho, aos 17 anos, passou por uma cesariana, porque não teve dilatação suficiente para um parto normal. Na ocasião, entretanto, os médicos não identificaram a condição.

Durante uma segunda gestação, ela sofreu um aborto espontâneo e, na coleta para retirar o feto, os médicos identificaram os dois sistemas reprodutivos separados. Para a equipe médica, o aborto pode ter sido motivado pela gestação ter ocorrido no útero direito, que é menor.

Depois que descobriu a condição, Shannon fez uma cirurgia para remover a parede interna que separava o sistema reprodutivo em dois e, aos 22 anos, teve seu segundo filho.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS