Mulheres podem ter sido drogadas em festa do partido do governo alemão

Polícia investiga nove casos envolvendo a chamada "droga do amor", em evento do SPD

Publicado domingo, 10 de julho de 2022 às 13:11 h | Atualizado em 10/07/2022, 13:21 | Autor: Da Redação
Foto do Parlamento alemão. O Partido Social Democrata (SPD) aconselhou todos os envolvidos a registrarem queixa na delegacia
Foto do Parlamento alemão. O Partido Social Democrata (SPD) aconselhou todos os envolvidos a registrarem queixa na delegacia -

Pelo menos 9 mulheres podem ter sido drogadas durante uma festa do Partido Social Democrata (SPD), do governo da Alemanha, com a presença do chanceler Olaf Scholz, na última quarta-feira, 6. O SPD confirmou as denúncias neste sábado, 9, e considerou o caso chocante.

A suspeita é de que, para dopar as mulheres, tenham sido utilizadas substâncias geralmente psicotrópicas, como benzodiazepínicos. A chamada “droga do amor” aqui no Brasil é conhecida como “Boa noite, Cinderela”, que deixa a vítima completamente inconsciente no momento do abuso sexual.

A polícia alemã informou que apura um caso de lesões corporais graves envolvendo uma mulher de 21 anos. Ela fez exames médicos, registrou uma queixa e contou aos policiais que se sentiu mal, enjoada e tonta, embora não tenha consumido bebidas alcoólicas durante a festa.

A  chefe do partido, Katja Mast, disse numa rede social que aconselha “todos os envolvidos a apresentarem uma queixa". Apesar de até agora o escândalo envolver nove vítimas, Mast confirmou que possam ter mais casos ainda não identificados.

O evento ocorreu na chancelaria e reuniu quase mil pessoas, que só puderam entrar com convite.

Ano passado, a polícia registrou 22 casos de agressão com esse tipo de substância em Berlim, segundo a imprensa local.

Publicações relacionadas