Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > MUNDO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
05/06/2024 às 20:44 - há XX semanas | Autor: AFP

OMS confirma primeira morte humana no mundo pela gripe aviária H5N2

Paciente apresentava "múltiplas patologias subjacentes

Imagem ilustrativa da imagem OMS confirma primeira morte humana no mundo pela gripe aviária H5N2
-

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou, nesta quarta-feira (5), a morte de uma pessoa no México no primeiro caso conhecido de infecção humana pela gripe aviária H5N2, uma variante diferente da detectada nos Estados Unidos.

"Este é o primeiro caso humano confirmado em laboratório de infecção por um vírus da gripe A(H5N2) relatado no mundo, e a primeira infecção pelo vírus aviário H5 registrada em uma pessoa no México", declarou a agência de saúde da ONU em um comunicado em seu site.

As autoridades mexicanas haviam informado em 23 de maio à OMS sobre um caso confirmado de infecção pela gripe aviária H5N2 em uma pessoa de 59 anos, que havia sido hospitalizada na capital.

O paciente apresentava "múltiplas patologias subjacentes" e, em 17 de abril, desenvolveu febre, problemas respiratórios, diarreia e náuseas, antes de falecer em 24 de abril, disse a OMS.

Em outro comunicado, o governo mexicano afirmou que se tratava de "um homem de 59 anos, com histórico de doença renal crônica, diabetes tipo 2, hipertensão arterial sistêmica de longa data, residente no Estado do México".

A agência da ONU afirmou que a origem da infecção é "atualmente desconhecida" e destacou que a vítima não tinha "histórico de exposição a aves ou outros animais".

- 'Não existe risco de contágio' -

A organização apontou que, em março, foi detectado um foco epidemiológico de gripe aviária do tipo H5N2 em uma granja avícola no estado de Michoacán, limítrofe com o Estado do México.

Também foram identificados outros casos em aves de criação em março em Texcoco e em abril em Temascalapa, ambos municípios no Estado do México.

"Até agora, não foi possível estabelecer" se a infecção humana detectada está relacionada com esses casos em aves de criação, disse a OMS.

Com base nas informações disponíveis, a organização estima que o risco atual que esse vírus representa para a população é "baixo".

Na mesma linha, a Secretaria de Saúde do governo mexicano afirmou que "não existe risco de contágio para a população" e assegurou que "todas as amostras dos contatos identificados [do paciente] resultaram negativas".

Também informou que as autoridades estão monitorando as granjas próximas à residência da vítima e estabeleceram um sistema de monitoramento permanente para detectar outros casos na fauna silvestre da região.

Nos Estados Unidos, também foi registrado um foco de gripe aviária, mas do tipo H5N1, que se propaga há várias semanas entre o gado.

Vários casos foram detectados em humanos, mas ainda não houve nenhum contágio de pessoa para pessoa.

Assuntos relacionados

gripe aviária méxico oms saúde pública Vírus H5N2

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

gripe aviária méxico oms saúde pública Vírus H5N2

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

gripe aviária méxico oms saúde pública Vírus H5N2

Publicações Relacionadas

A tarde play
Play

Fotógrafo brasileiro expõe ação de batedores de carteira em Paris

Play

Vídeo: Papa Francisco faz oração pelo povo gaúcho em missa no Vaticano

Play

Vídeo: colisão de helicópteros militares na Malásia deixa 10 mortos

Play

Vídeo: Bebê palestino nasce após morte da mãe em ataque aéreo

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA