Polícia diz que arma cenográfica de Alec Baldwin tinha munição

Publicado sábado, 23 de outubro de 2021 às 13:32 h | Atualizado em 06/12/2021, 15:37 | Autor: Da Redação

As investigações da polícia, divulgadas na sexta-feira, 22, apontaram que o ator Alec Baldwin teria recebido o que foi descrito como uma "arma fria" no set de seu filme "Rust". No entanto, o revólver cenográfico continha munição ao ser disparada.

De acordo com a declaração de um xerife da comarca no Tribunal de Magistratura de Santa Fé, o tiro disparado acidentalmente por Baldwin teria acertado a diretora de fotografia Halyna Hutchins no peito e o diretor Joel Souza, que estava atrás dela, na região do ombro.

O detetive do Departamento do Xerife de Santa Fé, Joel Cano, informou que o assistente de direção que entregou a Baldwin a arma cenográfica não sabia que continha balas de verdade.

Ainda na sexta, o ator afirmou que estava em choque com a situação, quando surgiram relatos de desistências no set de "Rust", no início da semana, devido a condições inseguras. Ele disse que estava "cooperando totalmente" com as autoridades para determinar como o incidente ocorreu.

Por conta do ocorrido, a produção do filme foi encerrada imediatamente. Nenhuma acusação foi feita e a investigação foi aberta. O departamento do xerife informou que Baldwin deu voluntariamente uma declaração sobre o incidente.

Além da declaração, foi apresentado na sexta um mandado de busca, aprovado pelo juiz de Santa Fé, por “roupas de estilo velho oeste”, usadas por Baldwin que pareciam ter manchas de sangue, junto com armas de fogo, documentação, munição e câmeras do local.

Joel Cano informou que o incidente ocorreu no Rancho Bonanza Creek, ao sul de Santa Fé, durante um ensaio e não ficou claro se ele foi filmado. Segundo ele, a arma era uma das três em um carrinho do lado de fora de um prédio. O assistente de direção teria entregado uma delas para Baldwin.

“Quando o diretor assistente entregou a arma ao ator Alec Baldwin , (ele) gritou ‘arma fria’, indicando que a arma não estava carregada”, disse o depoimento.

O acidente trouxe uma 'sobrevida' no debate acerca de certos tipos de armas de apoio que devem ser proibidas na TV e sets de filmagem.

Publicações relacionadas