Policial branco é considerado culpado de agredir jovem negro no Canadá

Publicado sexta-feira, 26 de junho de 2020 às 21:36 h | Atualizado em 26/06/2020, 21:52 | Autor: AFP

A justiça canadense declarou culpado nesta sexta-feira (26) um policial branco de Toronto por agredir um jovem negro em 2016, um caso que teve grande repercussão no Canadá em meio ao debate do racismo sistêmico da polícia.

Michael Theriault, um policial de Toronto fora de serviço no momento dos fatos e que estava acompanhado de seu irmão, Christian, foi declarado culpado por um juiz da Corte Superior de Ontário por agressão comum, depois que os dois agrediram Dafonte Miller e o espancaram com um cano de metal. Christian Theriault foi liberado.

Miller, então com 19 anos, perdeu a visão do olho esquerdo após o ataque, sofrido em 28 de dezembro de 2016.

Os dois homens, acusados de agressão com agravantes e obstrução da justiça, se declararam inocentes a afirmaram ter agido em legítima defesa.

Segundo a defesa, Miller estava roubando carros antes do confronto.

A decisão ocorreu no contexto das manifestações recentes para denunciar o racismo e a violência policial pela morte do afro-americano George Floyd em Minneapolis, cidade americana situada a centenas de quilômetros do Canadá. 

Uma audiência prevista para 15 de julho determinará a sentença de Theriault.

Publicações relacionadas