Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > OPINIÃO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
06/11/2023 às 0:30 - há XX semanas | Autor: Da Redação

OPINIÃO

Editorial - A árvore da vida

Confira o editorial do Grupo A TARDE desta segunda-feira

É preciso acreditar 
nas escolas brasileiras
 – e nas nordestinas –, vocacionadas para resistir, lutar e vencer
É preciso acreditar nas escolas brasileiras – e nas nordestinas –, vocacionadas para resistir, lutar e vencer -

A conquista do título de campeã mundial para escola de um município de 17 mil habitantes, no interior do Ceará, ao associar educação e saúde mental, em perspectiva única, distingue não apenas o Brasil: é do Nordeste a dourada taça.

O alcance da façanha serve de exemplo para equipes de educadoras e educadores em escala planetária, por incentivar a dignidade do esforço coletivo como valor moral admirável, revelando a força da superação das adversidades.

Não se deita em esplêndido berço quem tem vontade de vencer a si mesmo, a verificar no empenho de docentes e da juventude, ao receber folhas de louro a Escola Joaquim Bastos Gonçalves.

O esforço pode comparar-se, sem temer errar, a narrativas de um dos trabalhos de Héracles, ao unir ensino-aprendizagem à tranquilidade da mente sã, resultando no feito inenarrável, na sua plenitude.

O troféu foi concedido em concurso promovido por ilibada instituição britânica, escolhendo entre 100 países, saindo vitorioso o projeto “Adote um aluno”, ao mitigar efeitos de angústia acumulados no período da pandemia sem vacina.

Sediado na miúda Carnaubal, denominação originária da palmeira conhecida por carnaúba, ou “árvore da vida”, para os tupinambás, primeiros habitantes, o estabelecimento gerou surpresa a quem faz do preconceito, apanágio.

Ganha contornos de paradigma o triunfo dos alencarinos, uma vez terem alçado voo com as asas do conhecimento, escapando ao labirinto de uma mentalidade média nacional habituada a celebrar, no máximo, êxitos de futebol.

Teve a equipe titular da paideia carnaubalense a luminosa ideia de reverter quadros de ansiedade e de melancolia grave, na volta presencial às aulas depois da imunização.

Fica a lição, não só de como é possível virar o placar no convívio cotidiano, mesmo em condições absurdamente adversas; é preciso acreditar nas escolas brasileiras – e nas nordestinas –, vocacionadas para resistir, lutar e vencer.

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Publicações Relacionadas

A tarde play
É preciso acreditar 
nas escolas brasileiras
 – e nas nordestinas –, vocacionadas para resistir, lutar e vencer
Play

Simplificando a ortografia e o ensino

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA