Segurança será reforçada para a celebração de canonização de Santa Dulce dos Pobres

Publicado sexta-feira, 18 de outubro de 2019 às 11:59 h | Atualizado em 18/10/2019, 12:07 | Autor: Da Redação | Foto: Alberto Maraux | SSP

A celebração da canonização de Irmã Dulce, a Santa Dulce dos Pobres, neste domingo,20, na Arena Fonte Nova, contará com cerca de 700 policiais e bombeiros que estarão dentro e fora do estádio, incluindo a região do Dique do Tororó e as principais vias de acesso.

O esquema montado para atender a expectativa de 55 mil devotos se inciará às 6h de domingo, contando também com o reforço do Sistema de Reconhecimento Facial. Equipes formadas por profissionais da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e forças parceiras vão monitorar os acontecimentos nos arredores do estádio. 

Serão 459 policiais militares, sendo 223 na área externa e 236 na interna, além um reforço nas estações de metrô e de transbordos que levam ao estádio e escolta das autoridades civis e religiosas.

Já o Corpo de Bombeiros Militar (CBMBA), conta com 177 homens e mulheres, distribuídos em equipes de Químicos, Biológicos, Radiológicos e Nuclear (QBRN) e de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas (Brec), quatro ambulâncias, entre outros. Haverá também grupos de salva-vidas e de mergulhadores dispostos no Dique do Tororó. 

Uma unidade móvel da Polícia Civil ficará estacionada em frente à entrada sul do estádio, reforço na 1ª Delegacia Territorial (Barris) e nos postos hospitalares.

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) disponibilizará 10 pessoas em duas unidades móveis de perícia e em outras duas viaturas padronizadas estacionadas em frente ao estádio.

Na Arena Fonte Nova serão ofertados serviços de papiloscopia, perícias de patrimônio, de lesão corporal, constatação de drogas ilícitas e documentoscópia, que analisará a autenticidade dos ingressos, a partir de uma mostra cedida pelo Obras Sociais Irmã Dulce (Osid).

Publicações relacionadas