Alcolumbre marca sabatina de André Mendonça para 1º de dezembro

Publicado domingo, 28 de novembro de 2021 às 09:26 h | Atualizado em 28/11/2021, 09:31 | Autor: Redação

O senador e presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre (DEM-AP), finalmente recuou na queda de braço com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e marcou a sabatina do ex-ministro da Justiça, André Mendonça, para a próxima quarta-feira, 1º.

Mendonça foi indicado por Bolsonaro quatro meses atrás, para ocupar uma vaga como ministro no Supremo Tribunal Federal (STF).

Caso seja aprovado na sabatina da CCJ, Mendonça também precisará do aval do Senado para substituir o ministro Marco Aurélio Mello, que se aposentou em julho deste ano.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), que foi convidada por Alcolumbre para ser a relatora da sabatina, afirmou ter "muita satisfação" na tarefa e que seu parecer “será centrado nos princípios constitucionais, tecnicamente, considerando aqui que é elementar, notável saber jurídico e reputação ilibada”.

O ex-advogado-geral da União é a aposta de Bolsonaro para cumprir a promessa de indicar um ministro "terrivelmente evangélico" para o Supremo, já que Mendonça é pastor presbiteriano e tem apoio de líderes da bancada evangélica.

Publicações relacionadas