Alesp aceita processo de cassação de Arthur do Val

Arthur do Val tem cinco dias para apresentar a defesa de mérito

Publicado sexta-feira, 18 de março de 2022 às 14:03 h | Atualizado em 18/03/2022, 14:03 | Autor: Da Redação
Em áudio, deputado disse que as mulheres ucranianas "são fáceis porque são pobres"
Em áudio, deputado disse que as mulheres ucranianas "são fáceis porque são pobres" -

As representações que pedem a cassação do mandato do deputado Arthur do Val (sem partido) por quebra de decoro parlamentar foram aceitaas por unanimidade pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa de São Paulo (​Alesp). A decisão do grupo foi tomada em reunião do grupo na manhã desta sexta-feira, 18. 

Com a aprovação dos argumentos, o conselho começa oficialmente o julgamento do processo que reúne 21 representações pedindo que Arthur, o Mamãe Falei, perca o seu mandato. 

As reprentações foram feitas após vazar um áudio em que o deputado diz, entre outras coisas, que as mulheres ucranianas "são fáceis porque são pobres". ​Ele esteve na região por alguns dias pouco depois da invasão russa no território ucraniano. Os motivos e financiamento da viagem do parlamentar não foram informados.

Na última quinta-feira, 17, Arthur do Val enviou a Alesp a sua defesa prévia, em que afirma que as mensagens não podem servir de prova no processo por serem conteúdo privado enviado a um grupo de amigos e que foi vazado ilicitamente. Além disso, seu advogado alegou que as mensagens foram enviadas de fora do Brasil, quando ele estava na Eslováquia, o que tornaria o conselho de ética sem competência para julgar o caso.

Arthur do Val tem cinco dias para apresentar a defesa de mérito. Em seguida, é definido o relator, responsável pela formulação de um parecer que será votado pelo colegiado —antes de ser enviado para apreciação no plenário da Casa.

Publicações relacionadas