Agricultura familiar fará parte da refeição de estudantes | A TARDE
Atarde > Política > Bahia

Agricultura familiar fará parte da refeição de estudantes

Governo também adotou outras medidas, como obras de PAC na Cidade Baixa e assistência médica

Publicado quinta-feira, 28 de março de 2024 às 17:26 h | Atualizado em 28/03/2024, 17:39 | Autor: Da Redação
Governador da Bahia anunciou medida para estudantes da rede estadual
Governador da Bahia anunciou medida para estudantes da rede estadual -

O Governo do Estado iniciou o ano promovendo diversas obras e garantias na Bahia. Entre as atividades, estão as obras do Novo PAC, com intervenções para micro e macro drenagem em oito bairros da Cidade Baixa, em Salvador. Além de assistência médica no interior da Bahia, entrega de ambulâncias e equipamentos, assim como aquisição de alimentos da agricultura familiar para merenda escolar.

Foram assinados contratos que garantem a aquisição de alimentos da agricultura familiar para 444 colégios estaduais em 56 municípios baianos. O governador Jerônimo Rodrigues assinou nesta quinta-feira, 28, 11 contratos do Edital da Chamada Pública nº 01/2023, para Aquisição de Gêneros Alimentícios da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural, através da Secretaria de Educação (SEC) e da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Cerca de 316 mil estudantes serão assistidos pela política alimentar.

Serão R$ 36 milhões destinados pela SEC e pela SDR para aquisição dos alimentos de nove associações e cooperativas rurais de pequenos produtores. Mais de R$ 15 milhões do Governo Federal vão se somar ao recurso que vai atender à rede estadual de ensino.

A parceria entre a educação e o desenvolvimento rural faz parte das ações para erradicação da fome na Bahia, em parceria com o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), do Governo Federal. Também integra a agenda estadual de desenvolvimento sustentável, que incentiva a produção local em três territórios de identidade: Salvador, Região Metropolitana, Portal do Sertão e Litoral do Sul.

Vão fazer parte da alimentação dos estudantes arroz, feijão, farinha, flocão, aipim e polpa de frutas da época produzidas pela agricultura familiar da Bahia. Estão no projeto de segurança alimentar e nutricional nas escolas cidades como Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Feira de Santana, Santa Bárbara, Camaçari, Itaparica, Lauro de Freitas e São Francisco do Conde.

Outras medidas

Já o objetivo das obras de micro e macrodrenagem na Cidade Baixa é resolver o problema de alagamentos na região. A execução está dividida em quatro lotes. O primeiro abrange intervenções em ruas como Princesa Isabel, Boa Vista e Marechal Teixeira Lott até a Jardim Castro Alves, com previsão de conclusão para setembro de 2025. Já o lote dois, que abrange o trecho da Rua Resende Costa até a Avenida Caminho de Areia, deve ser concluído até fevereiro de 2026.

O terceiro lote compreende ruas como Monsenhor Basílio Pereira, Barão de Cotegipe até a Rua Fernando Alves, com previsão de conclusão até dezembro de 2024. O lote quatro engloba execução independente de ruas específicas, incluindo trechos restantes de redes em diferentes localidades, com previsão de conclusão para agosto de 2025.

A execução dos Sistemas II e III envolve uma série de atividades detalhadas, incluindo a canalização em galerias de concreto armado e o uso de tubos de polietileno de alta densidade, com interligações de redes existentes e a construção de dispositivos especiais, como bocas de lobo, poços de visita, caixas de reunião, canaletas, sarjetas, caixas de inspeção, além da pavimentação das vias onde as galerias serão implantadas, contribuindo para a urbanização da área.

Além das obras do PAC, o Governo promoveu a entrega de novas ambulâncias e mais de 100 equipamentos, para mais de 180 municípios baianos.

Publicações relacionadas