Embasa vai lançar nova tarifa social com valor abaixo da média | A TARDE
Atarde > Política > Bahia

Embasa vai lançar nova tarifa social com valor abaixo da média

Portal A TARDE traz detalhes da medida que vai beneficiar milhões de baianos

Publicado sexta-feira, 22 de março de 2024 às 12:21 h | Atualizado em 22/03/2024, 12:25 | Autor: Lula Bonfim, Lucas Franco e Eduardo Dias
Lançamento deve ocorrer nos próximos dias pelo governador Jerônimo Rodrigues após a conclusão de estudos feitos
Lançamento deve ocorrer nos próximos dias pelo governador Jerônimo Rodrigues após a conclusão de estudos feitos -

A população baiana que vive em vulnerabilidade social e extrema pobreza terá um novo benefício ofertado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e o Governo da Bahia, ainda mais vantajoso do que a tarifa social em vigor.

A tarifa residencial social, para o consumo mínimo de seis metros cúbicos de água, custa em média R$ 14,97 por mês, o equivalente a menos de 50 centavos por dia.

O lançamento deve ocorrer nos próximos dias pelo governador Jerônimo Rodrigues após a conclusão de estudos feitos pela estatal de saneamento e demais órgãos reguladores do Estado.

O presidente da Embasa, Leonardo Góes, conversou com exclusividade com o Portal A TARDE nesta sexta-feira, 22, sobre o assunto, que é tratado pela estatal como “primeira política pública com essa característica numa estatal de saneamento”.

“O governador pediu no ano passado que a Embasa estudasse uma tarifa ainda mais social do que a tarifa social, voltada ao público de extrema pobreza, indígenas, quilombolas com uma vulnerabilidade social alta. Na Região Metropolitana, em Salvador e em interiores maiores, também temos um índice de ligações irregulares por falta de capacidade de pagamento. Então, não é somente a ligação ilegal porque que o sujeito quer, tem aquele público que, mesmo com a tarifa social, ainda disputa com a alimentação, com a segurança alimentar. Para um catador de rua, por exemplo, R$ 14 que é a nossa tarifa média social são três quilos de feijão. É algo simbólico, mas que traga a economia de verdade", pontuou Góes.

Presidente da Embasa, Leonardo Góes, conversou com exclusividade com o Portal A TARDE
Presidente da Embasa, Leonardo Góes, conversou com exclusividade com o Portal A TARDE |  Foto: Lucas Franco | Ag. A TARDE

“A Embasa com essa medida garante cidadania, controla esse cadastro fazendo com que não haja perdas, ligações irregulares e garante a prestação de serviço. O governador está validando o formato e deve ter uma resolução pela agência reguladora e fazer uma ato de divulgação, mas estamos bastante avançados nos estudos, em conjunto com outras estruturas do Estado e vai ser a primeira política pública com essa característica numa estatal de saneamento. O governador ficará a cargo de anunciar valor, mas será algo simbólico”, completou.

Publicações relacionadas