Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > política > BAHIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
09/11/2023 às 18:47 - há XX semanas | Autor: Lula Bonfim

SEGURANÇA PÚBLICA

Jerônimo encaminha à ALBA alteração organizacional da Polícia Militar

Projeto prevê criação de novos agrupamentos e extinção de unidades em Salvador e no interior

Jerônimo encaminha novo projeto de lei para alterações na Polícia Militar da Bahia
Jerônimo encaminha novo projeto de lei para alterações na Polícia Militar da Bahia -

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) encaminhou nesta quarta-feira, 8, à Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) um novo projeto de lei que altera a estrutura organizacional da Polícia Militar da Bahia (PM-BA). De acordo com o petista, a proposta reitera “o constante comprometimento do Governo com o aprimoramento da prestação dos serviços de Segurança Pública em todo o Estado”.

Entre as mudanças, está a criação da Companhia Independente de Mediação de Conflitos Agrários e Urbanos, definida como um dos oito comandos de policiamento de apoio operacional.

A proposta de criação desse novo agrupamento surge em um ano em que o governo da Bahia foi bastante cobrado por proprietários de grandes latifúndios no interior do estado, devido a uma série de ocupações realizadas pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) durante o primeiro semestre.

A nova companhia também poderá atuar nos conflitos recorrentes entre latifundiários e representantes dos povos originários, especialmente no Sul da Bahia. O tema é caro ao governador, que se declara indígena.

De acordo com o projeto de lei proposto por Jerônimo, a Companhia Independente de Mediação de Conflitos Agrários e Urbanos terá “a finalidade de planejar, coordenar e executar as ações de segurança pública quando do cumprimento de mandados judiciais de manutenção e/ou de reintegração de posse e em outras situações de conflitos pela posse de terras urbanas e rurais, bem como nas medidas de desforço imediato em bens públicos envolvendo povos originários, comunidades tradicionais, movimentos sociais ou grande coletividade de pessoas”.

Jerônimo também propõe criar outras duas unidades: a Companhia Independente de Policiamento Especializado, que seria subordinada diretamente ao Comando de Policiamento em Missões Especiais; e o Esquadrão de Motociclistas, responsável pela execução das atividades de policiamento de trânsito, de escolta de dignitários e de apoio às demais Unidades Operacionais.

COMBATE AO CRIME

Em seu novo projeto, Jerônimo altera ainda a competência do Batalhão Especializado de Patrulhamento Tático Móvel, que passa a ser definido como “responsável pelo apoio tático ao policiamento ostensivo, em atendimento a situações que requeiram atuação específica, especialmente na repressão qualificada contra o crime organizado”.

No texto anterior da Lei 13.201/2014, o batalhão em questão tinha uma definição menos específica, sem menção ao combate ao crime organizado: “responsável pela execução de missões de policiamento ostensivo para atuação em situações de alto risco, utilizando táticas especiais”.

Essa alteração, especificamente, sinaliza para uma preocupação maior do governo Jerônimo com o enfrentamento do crime organizado, no momento em que o tema ganha holofotes nacionais.

UNIDADES EXTINTAS

Ao mesmo tempo em que cria novos agrupamentos, o projeto de lei prevê o encerramento das atividades em três unidades da PM-BA. São os casos da 3ª (no bairro de Cajazeiras, em Salvador), da 5ª (município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica) e da 34ª (município de Brumado, no sudoeste do estado) Companhias Independentes de Polícia Militar da Bahia (CIPM).

Procurado para falar sobre o assunto, o governo do estado não respondeu até o momento da publicação desta matéria. O comandante da Polícia Militar da Bahia, coronel Paulo Coutinho, afirmou que o momento ideal para se manifestar sobre o tema seria após a análise do projeto pela ALBA.

“É uma proposta de complementação, porque a grande reestruturação já foi feita [na Lei 14.567/2023, aprovada em maio]. Eu vou aguardar o projeto de lei tramitar no parlamento e, posteriormente, eu me manifesto sobre o tema”, disse Coutinho ao portal A TARDE.

Assuntos relacionados

Alba Jerônimo Rodrigues Paulo Coutinho polícia militar da bahia segurança pública

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Alba Jerônimo Rodrigues Paulo Coutinho polícia militar da bahia segurança pública

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Alba Jerônimo Rodrigues Paulo Coutinho polícia militar da bahia segurança pública

Publicações Relacionadas

A tarde play
Jerônimo encaminha novo projeto de lei para alterações na Polícia Militar da Bahia
Play

Cresce incômodo de Jerônimo com consórcio da Ponte Salvador-Itaparica

Jerônimo encaminha novo projeto de lei para alterações na Polícia Militar da Bahia
Play

Jerônimo Rodrigues assina acordo de compra dos trens do VLT

Jerônimo encaminha novo projeto de lei para alterações na Polícia Militar da Bahia
Play

Pan American Energy inaugura Complexo Eólico Novo Horizonte

Jerônimo encaminha novo projeto de lei para alterações na Polícia Militar da Bahia
Play

Lula chega ao 2 de Julho para desfile com Jerônimo e aliados

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA