TCE entrega a ALBA parecer sobre aprovação de contas o governador

Adolfo Menezes (PSD) recebeu o documento do presidente do Tribunal de Contas

Publicado quarta-feira, 27 de julho de 2022 às 18:32 h | Atualizado em 27/07/2022, 18:32 | Autor: Da Redação
O relator das constas de 2021 do governador Rui Costa (PT), o conselheiro do TCE João Bonfim, o presidente da ALBA, Adolfo Menezes (PSD), o presidente do TCE, Marcus Presídio, e o deputado estadual Vítor Bonfim (PV) estiveram no ato na presidência da Assembleia
O relator das constas de 2021 do governador Rui Costa (PT), o conselheiro do TCE João Bonfim, o presidente da ALBA, Adolfo Menezes (PSD), o presidente do TCE, Marcus Presídio, e o deputado estadual Vítor Bonfim (PV) estiveram no ato na presidência da Assembleia -

O deputado Adolfo Menezes (PSD) recebeu do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-BA), conselheiro Marcus Presídio, o parecer prévio recomendando a aprovação das contas do governador Rui Costa (PT), relativas ao exercício passado, relatadas pelo conselheiro João Bonfim, que também esteve no ato formal que aconteceu na presidência do Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). O deputado Vítor Bonfim (PV) também participou da solenidade.

Adolfo Menezes agradeceu a gentileza dos conselheiros do TCE-BA e imediatamente despachou o parecer para publicação no Diário Oficial, iniciando a tramitação da matéria e assegurou que a “Assembleia, dentro dos prazos legais, fará o seu trabalho com objetividade, como sempre o fez, zelando pelos melhores interesses da Bahia e dos baianos”.

O conselheiro Marcus Presídio, após passar o documento a Menezes, ele reafirmou o compromisso do TCE-BA com a observação dos prazos legais, bem como a atenção dos servidores e demais conselheiros da atenção e alerta com que age aquele órgão de controle para benefício da sociedade baiana.

O relator da matéria no âmbito do Tribunal, conselheiro João Bonfim, frisou que o papel da Corte é o exame minucioso das contas públicas da Bahia, conferindo a boa aplicação dos recursos do Erário no período em tela, 2021. Acrescentou que a aprovação sem ressalvas mostra para os baianos de forma transparente as ações da administração pública no estado, cumprindo o TCE-BA o seu papel com eficiência e equidade.

Publicações relacionadas