Bolsonaro convida Alcolumbre para assumir cargo no governo; Senador é aconselhado a rejeitar

Publicado quarta-feira, 30 de dezembro de 2020 às 13:49 h | Atualizado em 30/12/2020, 13:51 | Autor: Redação

Após cogitar uma investida ao prefeito de Salvador, ACM Neto, para angariar um maior apoio do DEM, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) voltou suas atenções para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O presidente teria oferecido um cargo no Planalto em troco de apoio na eleição que vai definir a sucessão do senador, onde Arthur Lira (PP-AL) é tido como o candidato do governo. Bolsonaro teria deixado as pastas de Minas e Energia, Secretaria de Governo, Desenvolvimento Regional e Saúde à disposição de Alcolumbre.

De acordo com informações da coluna Radar, da Revista Veja, aliados de Alcolumbre aconselharam o democrata a não aceitar o cargo e focar a atenção no Amapá para pavimentar o caminho para sue reeleição em 2022.

Ainda de acordo com a coluna, o maior interesse de Alcolumbre estaria na Secretaria de Governo, pasta responsável pela articulação entre o Planalto e o Congresso Nacional e que atualmente é comandada pelo general Luiz Eduardo Ramos.

Publicações relacionadas