adblock ativo

Bolsonaro deixa entrevista após pergunta de humorista sobre "rachadinha"

Publicado às | Atualizado em 27/10/2021, 16:08 | Autor: Da Redação
Presidente se irritou com pergunta feita por André Marinho em programa da Jovem Pan | Foto: Reprodução | YouTube
Presidente se irritou com pergunta feita por André Marinho em programa da Jovem Pan | Foto: Reprodução | YouTube -
adblock ativo

O presidente Jair Bolsonaro se irritou com uma pergunta sobre "rachadinha" feita pelo humorista André Marinho, durante programa da TV Jovem Pan News nesta quarta-feira, 27, e deixou a entrevista instantes depois. Apesar da clara referência, Marinho não citou nenhuma investigação sobre a prática em gabinetes da família Bolsonaro.

Em sua pergunta ao presidente, o humorista disse que gostaria de denunciar uma prática que estaria ocorrendo no Rio de Janeiro, sobre "vários deputados nos seus gabinetes, PSB, PSOL, PT que estão roubando a torto e direito o salário de assessor e botando no próprio bolso". Marinho questionou, então a Bolsonaro, se "rachador tinha que ir para a cadeia".

"Marinho, você sabe que sou presidente da República e respondo sobre meus atos. Então, não vou aceitar provocação tua. Você recolha-se ao seu jornalismo", afirmou Bolsonaro. "Seu pai quer a cadeira do Flávio Bolsonaro", acrescentou o presidente, em referência ao pai do humorista, Paulo Marinho, suplente de Flávio Bolsonaro no Senado.

Ex-aliado de Bolsonaro, Paulo Marinho foi um dos principais apoiadores de sua campanha em 2018. Em entrevista à Folha, o empresário declarou que, em 2018, Flávio lhe contou que teve informações privilegiadas da Polícia Federal (PF) sobre investigação contra Fabrício Queiroz, um de seus braços direitos na Assembleia Legislativa do Rio.

Na ocasião, Flávio negou o teor da conversa e afirmou que Marinho quer sua vaga no Senado.

Depois da pergunta que deixou Bolsonaro irritado, André Marinho ainda discutiu com outro apresentador do programa, Adrilles Jorge, apoiador do presidente.

Adrilles reagiu quando Marinho perguntou se Bolsonaro só queria "pergunta de bajulador". “Você me respeita, rapaz. Bajulador é seu pai que bajulava o presidente e não recebeu ministério. Você se transformou em oposição porque seu pai não recebeu ministério. Cara de pau”, gritou Adrilles.

“O meu pai não chora no banheiro”, respondeu Marinho, em referência a uma declaração recente de Bolsonaro.

Enquanto os apresentadores batiam boca, o presidente afirmou que iria embora “se Marinho entrasse na tela novamente”. Instantes depois, deixou a entrevista, feita por videoconferência.

adblock ativo

Publicações relacionadas