Bolsonaro desfila em carro aberto e volta a atacar membros do STF

Publicado terça-feira, 07 de setembro de 2021 às 09:28 h | Atualizado em 07/09/2021, 09:30 | Autor: Da Redação

Dando início a cerimônia do 7 de setembro na Esplanada do Ministérios, o presidente Jair Bolsonaro iniciou no Rolls-Royce presidencial, com o ex-piloto de Fórmula 1 Nelson Piquet ao volante. Em direção ao Palácio da Alvorada para o hasteamento da bandeira, ele cumprimentou apoiadores e tirou foto com ministros.

Na solenidade, Bolsonaro voltou a atacar membros do Supremo Tribunal Federal (STF) em discurso a apoiadores. Sem cita-los nominalmente, o presidente dsse que o Brasil não pode continuar refém de “uma ou duas pessoas". Entre os seus apoiadores, houveram críticas a Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, membros da Corte responsáveis por investigações que envolvem Bolsonaro e sua família.

“Nosso país não pode continuar refém de uma ou duas pessoas. Não interessa onde elas estejam, estas uma ou duas pessoas, ou entram nos eixos, ou serão simplesmente ignoradas da vida pública. Este é o meu trabalho. Vou continuar jogando dentro das 4 linhas, mas a partir de agora não admito que outras pessoas, uma ou duas, joguem fora das quatro linhas. A regra do jogo é uma só: respeito à nossa Constituição”, disse Bolsonaro.

O início da cerimônia será com chegada de 18 paraquedistas, que pousarão no Palácio da Alvorada para entregar, ao presidente, a bandeira brasileira. Em seguida será executado o Hino Nacional, para o hasteamento da bandeira, seguido de uma salva de 21 tiros de canhão.

Ao final da cerimônia, a Esquadrilha da Fumaça fará uma apresentação nos céus da capital federal.

Publicações relacionadas