Bolsonaro tenta aproximação com Fux, que assumirá a presidência do STF

Publicado sábado, 20 de junho de 2020 às 10:48 h | Atualizado em 20/06/2020, 10:57 | Autor: Da Redação

Após criticar publicamente o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) tem buscado dialogar com o futuro presidente da corte, que substituirá Dias Toffoli daqui a três meses.

Segundo informações da Folha de São Paulo, Bolsonaro tem diminuído a frequência dos seus ataques ao STF nos últimos dias. O intuito desta conduta, por parte do chefe do executivo, seria enviar um recado dizendo que está disposto a estender 'bandeira branca' com o poder judiciário.

Os ministros da Defesa e da Justiça, Fernando Azevedo e André Mendonça, respectivamente, além do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), estariam tentando mediar a aproximação de Bolsonaro com o magistrado. A ideia seria que o Planalto 'baixe a temperatura', de modo que seja possível dar prosseguimento à aproximação.

"Eu acho que o ministro Fux vai manter com o governo o mesmo tipo de diálogo que o presidente Toffoli tem hoje [...] Acho que Fux e Bolsonaro têm uma boa ligação", afirmou o vice-presidente Hamilton Mourão à Folha.

Em paralelo a essa situação, o presidente Bolsonaro também tem enviado ministros do governo para se reunirem com Alexandre de Moraes. Atualmente, o magistrado comanda o inquérito das fake news, que tem aliados bolsonaristas como alvos.

Publicações relacionadas