Bolsonaro afirma que, sem ele, será “foda” recuperar liberdade

Presidente chamou de “queridos” ministros do Tribunal Superior Eleitoral e disse esperar contagem de votos

Publicado sexta-feira, 25 de março de 2022 às 15:33 h | Atualizado em 25/03/2022, 15:32 | Autor: Da Redação
Bolsonaro participou do lançamento da 2ª fase do Programa Renda e Oportunidade
Bolsonaro participou do lançamento da 2ª fase do Programa Renda e Oportunidade -

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta sexta-feira, 25, que, caso deixe o governo, será "foda" recuperar a liberdade. "Só se dá valor na liberdade quando se perde. Mas, para recuperá-la, desculpem o palavrão, vai ser foda. Serão 50, 60, 70 anos para recuperá-la. Não percam a oportunidade de garantir sua liberdade agora. Não esmoreça, a responsabilidade é de todos nós", declarou o chefe do Executivo nacional, durante o lançamento da 2ª fase do Programa Renda e Oportunidade, no Palácio do Planalto. 

O presidente também chamou de “queridos” ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e disse esperar eleições limpas, com a contagem de todos os votos. “Queremos eleições limpas. Tenham certeza de que temos como colaborar com o nosso prezado TSE, com nossos queridos Alexandre de Moraes, Barroso e Fachin para que isso aconteça. Tenho certeza que no fundo do coração deles querem isso”, afirmou.

Bolsonaro pediu aos eleitores que fiquem atentos ao que chamou de “propaganda fácil”. Pouco antes, criticou quem promete gasolina por preço mais baixo. Em seu primeiro dia de propaganda partidária, o PT mostrou o ex-presidente Lula questionando o valor dos combustíveis.

“Tem gente que acha que se outra pessoa estivesse aqui a gasolina estaria a R$ 3. O mundo passou de R$ 10. Mas aqui estaria a R$ 3”, discursou Bolsonaro.

Publicações relacionadas