“Brasil que queremos tem brusinhas”, diz Janja após acordo com a Shein | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

“Brasil que queremos tem brusinhas”, diz Janja após acordo com a Shein

Primeira-dama comemorou acerto entre a empresa chinesa e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad

Publicado quinta-feira, 20 de abril de 2023 às 20:22 h | Atualizado em 20/04/2023, 20:32 | Autor: Da Redação
Janja recebeu diploma Bertha Lutz, em homenagem a defensoras da igualdade de gênero no Dia Internacional da Mulher
Janja recebeu diploma Bertha Lutz, em homenagem a defensoras da igualdade de gênero no Dia Internacional da Mulher -

Nas redes sociais, a primeira-dama, Janja da Silva, celebrou o acordo firmado nesta quinta-feira, 20, entre o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), e a empresa Shein. Janja fez pressão para alterar a regra de tributação em compras.

"Parabenizo o ministro Fernando Haddad pelo anúncio de que a Shein pretende nacionalizar 85% das vendas em até quatro anos. O Brasil que queremos tem brusinhas e empregos de mãos dadas!", postou a socióloga.

Na semana passada, Janja usou as redes sociais para apoiar uma mudança na tributação de compras realizadas em varejistas como Shein, Shoppe e AliExpress. Ela afirmou que, caso a alteração em discussão pelo governo fosse implementada, as empresas seriam afetadas e não os consumidores. Em outra ocasião, a primeira-dama reiterou que o objetivo era combater a sonegação das empresas, e não tributar as pessoas que fazem compras.

De acordo com o anúncio feito pela Shein após uma reunião com Haddad, a empresa pretende nacionalizar 85% das suas vendas de produtos, criar 100 mil novos empregos no Brasil em três anos e estabelecer parcerias com 2 mil fabricantes locais. A companhia informou que irá investir inicialmente R$ 750 milhões em tecnologia e treinamentos para a produção têxtil

Publicações relacionadas