Hacker omitiu à PF informações reveladas na CPMI dos Atos Golpistas | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

Hacker omitiu à PF informações reveladas na CPMI dos Atos Golpistas

Polícia Federal marcou um novo depoimento de Walter Delgatti na sexta-feira

Publicado quinta-feira, 17 de agosto de 2023 às 21:20 h | Atualizado em 17/08/2023, 21:26 | Autor: Da Redação

O hacker Walter Delgatti Neto, que prestou depoimento nesta quinta-feira,17, na CPMI dos Atos Golpistas,  omitiu em depoimento à Polícia Federal (PF), na quarta-feira,16, informações reveladas na CPMI.

De acordo com os investigadores ouvidos pelo G1, além dos R$ 40 mil que disse ter recebido de Carla Zambelli (PL-SP) para invadir sistemas do Judiciário, ele mencionou no depoimento à PF que recebeu da deputada o texto de um falso mandado de prisão contra o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

Não constam do depoimento de Delgatti à PF, segundo fontes, os pontos que ele falou à CPMI:

Menção sobre Bolsonaro ter prometido a ele um indulto caso fosse preso por ação contra urnas eletrônicas;

Menção sobre promessa de emprego feita por parte da Zambelli na campanha do ex-presidente Jair Bolsonaro;

Menção sobre grampo no ministro Alexandre de Moraes, do STF;

Menção sobre o marqueteiro de Bolsonaro, Duda Lima, na campanha ter pedido um "código-fonte" fake para apontar fragilidade nas urnas. Ele nega;

Menção sobre ter orientado servidores do Ministério da Defesa na elaboração de relatório sobre urnas. Delgatti vai ser ouvido novamente, nesta sexta-feira, na PF de Brasília.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS