Influenciadores bolsonaristas punidos pelo TSE pedem doação

Allan dos Santos, do Terça Livre, é um dos que passam dificuldade e não ganham mais dinheiro do YouTube

Publicado quarta-feira, 13 de julho de 2022 às 11:37 h | Atualizado em 13/07/2022, 12:37 | Autor: Da Redação
Um dos influenciadores é Allan dos Santos, do canal Terça Livre, foragido da Justiça Brasileira que mora nos Estados Unidos
Um dos influenciadores é Allan dos Santos, do canal Terça Livre, foragido da Justiça Brasileira que mora nos Estados Unidos -

Após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinar que o YouTube cortasse a receita de canais que amplificassem discurso sobre fraudes nas urnas eletrônicas, influenciadores bolsonaristas tem recorrido às doações por Pix para manterem sua renda.

Um dos influenciadores é Allan dos Santos, do canal Terça Livre, foragido da Justiça Brasileira que mora nos Estados Unidos e que disse “ter perdido tudo”, como lives, artigos e alunos na plataforma Wix. Allan teve dois sites vinculados à Wix retirados do ar nesta terça-feira, 12, e pediu ajuda aos seus seguidores para pagar o aluguel.

Entre os quatorze alvos da medida do TSE no ano passado, estão os canais Te Atualizei, Vlog do Lisboa, Folha Política, Giro Livre e Jornal Cidade Online.

Publicações relacionadas