Lira e Centrão se irritam com governo por posse reservada de ministros | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

Lira e Centrão se irritam com governo por posse reservada de ministros

Aliados dos novos chefes dos Esporte e dos Portos e Aeroportos queriam cerimônia no Palácio do Planalto

Publicado quarta-feira, 13 de setembro de 2023 às 12:44 h | Autor: Da Redação
Reforma ministerial aconteceu porque o governo Lula tenta negociar apoio do Centrão no Congresso
Reforma ministerial aconteceu porque o governo Lula tenta negociar apoio do Centrão no Congresso -

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), e os partidos do Centrão se irritaram com o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelo fato de a posse dos novos ministros André Fufuca (PP-MA) e Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) ter sido reservada.

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, a expectativa era que a posse, que aconteceu nesta quarta-feira, 13, fosse em uma cerimônia do Palácio do Planalto, como foi a de Celso Sabino (União Brasil) no Turismo.

Novos chefes das pastas Esportes e Portos e Aeroportos, respectivamente, Fufuca e Silvio Costa passaram a ser deputados federais licenciados. A reforma ministerial aconteceu porque o governo Lula tenta negociar apoio do Centrão no Congresso.

Dessa forma, Ana Moser, que não tinha filiação partidária, deixou o Ministério dos Esportes e o governo. Mário França (PSB), por outro lado, deixou o Ministério dos Portos e Aeroportos para assumir uma pasta recém-criada, que se chama Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS