Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > política > BRASIL
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
27/08/2023 às 21:53 - há XX semanas | Autor: Da Redação

DEBATE

"Lula deveria reparar o Brasil dos prejuízos de Dilma", diz Aécio

Deputado federal já foi candidato à presidência e criticou o governo Lula evento

Deputado federal particpou do “Diálogos Tucanos”
Deputado federal particpou do “Diálogos Tucanos” -

O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) disse neste domingo, 27, que o presidente Lula (PT) deveria reparar o Brasil dos prejuízos, que segundo ele, foram causados pelo governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Dilma e Aécio foram adversários nas eleições presidenciais em 2014. A petista ganhou nos dois turnos.

Lula tinha afirmado que é necessário “reparar” a sua correligionária, que sofreu impeachment em 2016. O debate ressurgiu depois do arquivamento da ação de improbidade pelas “pedaladas fiscais” no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).

"Lula agora fala em reparar a ex-presidente Dilma pelo suposto 'golpe' do impeachment, ignorando decisões do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele deveria canalizar sua energia para reparar o Brasil dos prejuízos que sua pupila causou ao País e aos brasileiros", disse o deputado ao jornal Estadão.

A declaração de Aécio acontece em um momento em que o PSDB tenta o reerguer como liderança política. Na última quinta-feira, 24, o deputado foi tietado durante o evento “Diálogos Tucanos”, promovido para discutir a renovação do partido.

Quando Dilma assumiu o primeiro mandato, a taxa de desemprego estava em 5,30%, de acordo com o critério (PME/BGE) e, depois que foi afastada, em maio de 2016, a taxa estava em 8,20%. Já a inflação foi de 5,90% para 9,28% no mesmo período de tempo. O PIB mudou de um crescimento de 7,53% ao ano para uma retratação de 3,90% anual. Dilma deixou o governo em 2016 após sofrer um impeachment.

Nessa época ficaram conhecidas as “pedaladas fiscais”, manobra utilizada por outros governos também. A estratégia foi revelada pelo Estadão. A justificativa do processo era que a petista infringiu a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) ao editar decretos para abertura de crédito suplementar sem autorização do Congresso Nacional. Além de atrasar, propositalmente, o repasse de dinheiro da União para bancos com objetivo de melhorar de forma artificial as contas.

Assuntos relacionados

Aécio Neves Dilma Lula

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Aécio Neves Dilma Lula

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Aécio Neves Dilma Lula

Publicações Relacionadas

A tarde play
Deputado federal particpou do “Diálogos Tucanos”
Play

Pablo Marçal bate boca com jornalista do SBT; assista

Deputado federal particpou do “Diálogos Tucanos”
Play

Ramagem coloca Bolsonaro na berlinda em escândalo de gravação

Deputado federal particpou do “Diálogos Tucanos”
Play

Bolsonaro chora durante evento conservador; veja

Deputado federal particpou do “Diálogos Tucanos”
Play

Bolsonaro e Milei assistem juntos derrota do Brasil na Copa América

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA