Pastor lobista no MEC abriu faculdade e editora com R$ 450 mil

Empresas foram criadas há duas semanas no estado de Goiás

Publicado sexta-feira, 25 de março de 2022 às 17:00 h | Atualizado em 25/03/2022, 17:00 | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem Pastor lobista no MEC abriu faculdade e editora com R$ 450 mil
-

Gilmar Santos, o pastor que é colocado como um dos envolvidos nas denúncias a respeito de um “gabinete paralelo”, que seria priorizado com repasses de recursos do Ministério da Educação a pedido do presidente Jair Bolsonaro criou, há duas semanas uma faculdade e uma editoria com o investimento total de R$ 450 mil. As empresas foram criadas no mesmo dia. É o que informa reportagem de O Globo.

As duas empresas, que têm endereços ligados à igreja do pastor, foram criadas no dia 8 de março, de acordo com documentos da Junta Comercial de Goiás (Juceg). A faculdade fica localizada na capital goiana, enquanto a editora fica em Aparecida de Goiânia.

Nesta sexta-feira, 25, a Polícia Federal abriu um inquérito para apurar se ocorreu favorecimento ilegal em repasses de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), ligado ao MEC.

Esse é mais um desenrolar de uma reportagem publicada pela da “Folha de S. Paulo” que revelou um áudio do ministro da Educação, Milton Ribeiro, dizendo privilegiar pedidos de pessoas ligadas ao “pastor Gilmar”. Prefeitos revelaram que receberam pedidos de propina para conseguir obras do MEC.

Publicações relacionadas