Proteger o meio ambiente é salvar vidas, diz Marina Silva em discurso | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

Proteger o meio ambiente é salvar vidas, diz Marina Silva em discurso

Marina diz que vai apresentar plano de adaptação à mudança no clima

Publicado terça-feira, 04 de junho de 2024 às 22:22 h | Atualizado em 05/06/2024, 00:06 | Autor: Da Redação
Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva
Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva -

Durante pronunciamento em rede de rádio e televisão nesta terça-feira, 4, véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente, a ministra Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima) afirmou que tragédias como as que ocorreram no Rio Grande do Sul exigem engajamento e solidariedade da sociedade para evitar que situações parecidas se repitam.

"Quando protegemos os rios, as florestas, a nossa rica biodiversidade, estamos, na verdade, protegendo e cuidando das pessoa", destacou a ministra.

Ela comentou a respeito da situação de calamidade vivida pelo Rio Grande do Sul e frisou a necessidade da busca pelo equilíbrio ambiental. “Eventos climáticos extremos, como as chuvas no Sul, ilustram bem a relação entre o equilíbrio ambiental e as nossas vidas. A situação atual exige não só consciência, mas ação imediata. O governo agiu rapidamente em diferentes frentes, em parceria com o estado e os municípios, para cuidar das pessoas, comunidades e empresas”, destacou Marina, salientando para a necessidade de encarar a preservação ambiental como uma medida de preservação da vida.

“Proteger o meio ambiente é salvar vidas, é garantir o bem viver para ribeirinhos, pequenos comerciantes, moradores das periferias, comunidades tradicionais e pessoas que vivem em áreas de risco", acrescentou a ministra do Meio Ambiente.

Silva destacou que o Governo Federal vem agindo em diversas para garantir condições necessárias à manutenção das atividades econômicas em todos os setores de forma harmônica com a preservação da natureza. "Os próximos anos serão dedicados a ações de proteção e recuperação da biodiversidade, com a criação de novas unidades de conservação, uso sustentável de florestas, recuperação de áreas degradadas e combate ao desmatamento e incêndios".

Veja:

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS