adblock ativo

Temer: Bolsonaro seria reeleito se tivesse combatido a pandemia

Para ex-presidente, a postura de Bolsonaro contra a vacina demonstrou falta de "raciocínio pragmático"

Publicado sexta-feira, 14 de janeiro de 2022 às 07:44 h | Atualizado em 14/01/2022, 08:44 | Autor: Da Redação
O ex-presidente se mostrou descrente quanto uma vitória de Lula no primeiro turno nas eleições deste ano
O ex-presidente se mostrou descrente quanto uma vitória de Lula no primeiro turno nas eleições deste ano -
adblock ativo

O ex-presidente Michel Temer (MDB) afirmou que Jair Bolsonaro (PL) seria reeleito este ano se tivesse unificado o enfrentamento da pandemia da Covid-19. "Se logo no início ele tivesse ido atrás de combater a pandemia com os estados e partidos, hoje ninguém tiraria a eleição dele", disse Temer em entrevista à CNN Brasil. 

Para Temer, a postura de Bolsonaro contra a vacina, especialmente para crianças, mostra falta de "raciocínio pragmático" de buscar votos além da sua base de apoio. "O que ele tem feito é afastar aqueles que são a favor da vacinação, que tem se mostrado importante. Foi um equívoco do presidente combater a vacina", disse.

Sem dizer o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Temer alertou que "levar [eleição] no primeiro turno não é fácil". O emedebista também disse ser muito cedo para acreditar que pesquisas de intenção equivalem à vitória do pleito.

"Ao longo da campanha vão surgindo tantas objeções, não sei se o candidato hoje com 40% se mantém nesse patamar", disse. Segundo a última pesquisa Datafolha, divulgada em dezembro, Lula lidera com 48%, seguido por Bolsonaro, com 22%.

adblock ativo

Publicações relacionadas