Câmara aprova inclusão de domésticas, bancários e motoristas em prioridade da vacinação

Publicado quinta-feira, 17 de junho de 2021 às 16:35 h | Atualizado em 17/06/2021, 16:42 | Autor: Da Redação

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 17, o Projeto de Lei (PL) 1011/2020 que inclui as trabalhadoras domésticas, bancários e motoristas como prioridade no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. O projeto agora segue para avaliação do Senado.

O texto principal já havia sido aprovado em março deste ano, mas somente hoje foi concluída a votação dos destaques e inclusos entre os grupos prioritários os bancários, empregadas domésticas e motoristas de aplicativos. A matéria inclui também os caminhoneiros autônomos e profissionais do transporte de cargas e mercadorias.

Inclusão das domésticas

A Emenda nº 12, ao PL 1011/2020, de autoria da deputada federal Benedita da Silva (PT), propôs a inclusão das trabalhadoras e trabalhadores domésticos como prioridade. 

De acordo com a deputada, “a maioria das trabalhadoras domésticas usa o transporte público, muitas delas trabalham em mais de uma residência, e além disso, têm contato direto com crianças, idosos, doentes e acamados”. 

A  Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (FENATRAD) celebrou a aprovação. “O trabalho doméstico é considerado essencial, portanto, é mais do que justo que a categoria esteja entre os grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19. Exposição nos transportes públicos, nas filas dos supermercados, nas casas dos empregadores etc. E, por tudo isso, faz-se necessária a imunização o mais rápido possível”, frisou a presidente, Luiza Batista

Publicações relacionadas