Cinco parlamentares baianos integram lista de mais influentes do Congresso Nacional

Publicado terça-feira, 29 de dezembro de 2020 às 14:06 h | Atualizado em 29/12/2020, 19:23 | Autor: Cássio Santana

Levantamento feito pela empresa Arko Advice elegeu os cinco parlamentares baianos mais influentes no Congresso Nacional. Os nomes são dos deputados Cacá Leão (Progressistas), João Roma (republicanos), Otto Alencar Filho (PSD), e os senadores Jaques Wagner (PT) e Otto Alencar (PSD).

A escolha, de acordo com metodologia apresentada pela Arko Advice, considera “aqueles que atuam decisivamente sobre o andamento dos trabalhos, sobre a elaboração da agenda legislativa e/ou que representam interesses organizados da sociedade brasileira ou forças políticas relevantes.”.

Os congressistas elegidos, segundo o levantamento, são considerados como parte da “elite” do parlamento.

“Membros da elite parlamentar são aqueles com grau variado de importância: negociam com o Executivo, representam grupos de pressão, operam na busca do consenso e influenciam nas decisões do Executivo ou deixam sua marca no processo deliberativo do Congresso Nacional”, diz o relatório da Arko.

Para o senador Otto Alencar, que figura na lista ao lado do também senador e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, o reconhecimento reflete o trabalho “duro” feito diariamente no Senado.

“Eu atribuo à dedicação, às boas causas e aos bons projetos que são encaminhados para congresso e têm sempre nosso apoio e dedicação. Nesse período da pandemia, eu fui líder do PSD no Senado e tenho que dividir isso [o reconhecimento] com todos eles [senadores]”, disse o senador.

Questionado sobre os próximos passos a serem tomados, Otto disse não querer projetar nada, mase que vai continuar atuando no Senado “em prol da Bahia”.

“Eu pretendo ajudar meu estado e o governador Rui Costa para trazer recursos para áreas sociais e de infraestrutura. Hoje é esse sentimento de pensar no conjunto da população baiana, naquela concepção de que o interesse coletivo sempre se sobrepõe ao do indivíduo”, completou.

A seleção foi feita pelo jornalista Marcos Queiroz (Consultor do Congresso em Foco) e supervisionada pelos cientistas políticos Murillo de Aragão e Cristiano Noronha, com base no acompanhamento das atividades legislativas ao longo de 2020.

Publicações relacionadas