adblock ativo

Coronel e Antonio Brito participam do lançamento da candidatura de Pacheco à presidência

Publicado às | Atualizado em 23/10/2021, 14:25 | Autor: Da Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação -
adblock ativo

O senador Angelo Coronel e o deputado federal Antônio Brito, participaram neste sábado, 23, do evento do PSD de lançamento da candidatura de Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, em cerimônia no Rio de Janeiro, para a presidência da República.

O evento também marcou a filiação do prefeito Eduardo Paes ao PSD. Ele e Pacheco deixaram o DEM, presidido por ACM Neto e que vai se fundir ao PSL para dar origem ao União Brasil.

Além dos parlamentares baianos, também estiveram presentes o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, de demais senadores, deputados federais, estaduais, prefeitos, vereadores e lideranças políticas.

Eduardo Paes enalteceu Pacheco e avisou que a sigla está preparada para "abraçar" as ideias de um quadro que já mostrou "talento" para conduzir a vida pública.

“Rodrigo mostrou que tem talento e sabedoria para a vida pública. Se Deus quiser ele é o próximo presidente do Brasil. O PSD está pronto para abraçar suas propostas”, disse Kassab.

No primeiro encontro da legenda desde que Paes assumiu a presidência estadual do partido no Rio, o prefeito destacou que o Brasil precisa de "alternativas" às opções hoje colocadas como favoritas, as quais se referiu como "coisa ruim".

“Vou votar no capeta ou no coisa ruim? Não dá. A política precisa mostrar alternativas. Você está sendo convocado a disputar a Presidência da República pelo PSD”, disse o Paes .

Sem citar o nome de Jair Bolsonaro, Rodrigo Pacheco criticou as últimas ações do governo que ameaçam furar o teto de gastos do orçamento. Segundo o presidente do Congresso, é preciso atender à população necessitada, mantendo a responsabilidade fiscal.

Nós, homens públicos, temos que ter responsabilidade com as nossas funções. Aí entro na questão do auxílio às pessoas, seja através de bolsa família ou qualquer nome que queira dar. Nós precisamos mais do que nunca garantir às pessoas carentes um programa sustentável, que tenha um valor responsável”, disse.

adblock ativo

Publicações relacionadas