CPI da Covid aprova requerimento para analisar celular de motoboy

Publicado quarta-feira, 01 de setembro de 2021 às 18:08 h | Atualizado em 01/09/2021, 18:13 | Autor: Da Redação

Após concordar em entregar o celular voluntariamente e depois voltar atrás, o motoboy Ivanildo Gonçalves vai precisar ceder o aparelho após a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid aprovou o requerimento nesta quarta-feira, 1°, para busca e apreensão.

Foram aprovadas também as quebras dos sigilos telefônico, fiscal, bancário e telemático de Ivanildo, que trabalha para a VTCLog desde janeiro de 2018. Neste período, ele fez diversos pagamentos de boletos bancários e há a suspeita de que alguns desses tenham sido de contas do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias.

Logo no início do depoimento, o relator da CPI, Renan Calheiros, perguntou se o depoente tinha levado o celular se poderia ceder para que fosse extraída "informações".

“O senhor poderia nos emprestar até uma parte do depoimento para que a gente possa retirar dele, com o seu consentimento, algumas informações?”, questionou.

Com a voz embargada, Ivanildo respondeu que "sim", mas o advogado interferiu e disse que ele havia dado uma resposta negativa. O motoboy então diz ter respondido positivamente que tinha levado o aparelho celular para a sessão. “Eu respondi sim que trouxe o meu telefone”, disse.

Publicações relacionadas