Dias Toffoli diz que STF não se sujeitará a nenhum tipo de ameaça

Publicado segunda-feira, 15 de junho de 2020 às 06:59 h | Atualizado em 15/06/2020, 08:25 | Autor: Da Redação

Depois que um grupo de 30 apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lançou fogos de artifício contra o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF), no sábado, 13, o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, declarou, neste domingo, 14, que o STF “jamais se sujeitará, como não se sujeitou em toda a sua história, a nenhum tipo de ameaça”.

Na ação, que durou aproximadamente cinco minutos, os apoiadores de Bolsonaro ofenderam com xingamentos os ministros da Corte, inclusive o presidente Dias Toffoli. Em tom de ameaça, perguntavam se os ministros tinham entendido o recado e mandaram que eles se preparassem. Em nota, Toffoli afirma que, “infelizmente, na noite de sábado, o Brasil vivenciou mais um ataque ao Supremo Tribunal Federal, que também simboliza um ataque a todas as instituições democraticamente constituídas”.

Toffoli disse que estas atitudes “financiadas ilegalmente, têm sido reiteradas e estimuladas por uma minoria da população e por integrantes do próprio Estado, apesar da tentativa de diálogo que o Supremo Tribunal Federal tenta estabelecer com todos, poderes, instituições e sociedade civil, em prol do progresso da nação brasileira”.

Publicações relacionadas