Lula descarta conversar com ACM Neto | A TARDE
Atarde > Política > Eleições 2024

Lula descarta conversar com ACM Neto

Afirmação foi dada em entrevista ao apresentador Bocão, durante visita à Bahia

Publicado sexta-feira, 30 de setembro de 2022 às 18:50 h | Atualizado em 30/09/2022, 19:58 | Autor: Da Redação
Lula e Jerônimo durante evento político em Salvador
Lula e Jerônimo durante evento político em Salvador -

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez questão de comparecer ao maior evento político até então realizado na Bahia nestas eleições de 2022. Para analistas ouvidos por A TARDE, a presença de Lula na caminhada decorre do resultado das últimas rodadas de pesquisas que, se observada a tendência do gráfico temporal, apontam a possibilidade de vitória do candidato Jerônimo Rodrigues (PT), apesar desses mesmos números cravarem que a eleição na Bahia será decidida em um segundo turno entre o petista e ACM Neto.

Geraldo Júnior (MDB), atual presidente da Câmara Municipal de Salvador e candidato a vice-governador pela Coligação “Pela Bahia, Pelo Brasil”, atribui a visita de Lula não só pelos números de pesquisas. “Lula veio participar de nossa caminhada até a Colina Sagrada, até a igreja do Senhor do Bonfim, porque fez questão de mostrar aos baianos e baianas que o candidato de seu time é Jerônimo, 13. Lula veio pedir ao povo da Bahia para votar 13, para continuarmos com o trabalho de Wagner e de Rui Costa”.

Indagado sobre um suposto alinhamento entre o  União Brasil e Lula, para evitar que o ex-presidente voltasse a Bahia, Geraldo Júnior foi categórico. “Conversamos com Lula, logo na sua chegada ao aeroporto, e ele reiterou que jamais sentaria com ACM Neto para composição política nas eleições da Bahia. Zero possibilidade. Isso é boataria do ex-prefeito, que sempre esteve atrelado ao Bolsonaro e que agora diz que tanto faz. Aliás, um ex-prefeito que disse, está gravado em vídeo, que teria coragem de dar uma surra em Lula e nos seus familiares”.

Em visita a Salvador para reiterar apoio ao candidato petista Jerônimo Rodrigues, Lula foi entrevistado pelo apresentador Zé Eduardo, o Bocão, que perguntou se o ex-presidente sentaria para conversar com ACM Neto.

    

  

- O senhor senta com ACM Neto aqui na Bahia?

- Não porque ele é nosso principal adversário aqui. Ele é adversário ideólogo, esse sim é adversário ideológico, sabe. Ele representa uma fração muito conservadora, que é o nosso principal adversário.

Com a afirmação dada por Lula, fica evidente que ACM Neto, além de adversário do ex-presidente, representa a fração conservadora capitaneada pelo principal inimigo político do PT no Brasil, que é o atual mandatário Jair Bolsonaro.

“Precisamos escutar o pedido de Lula com o coração. Precisamos eleger Jerônimo 13 e Otto 555, para acabarmos com a fome, com o desemprego, com o achaque de impostos como o que é cobrado de IPTU em Salvador. Vamos dizer sim ao 13 e não a Bolsonaro e ACM Neto”, concluiu Geraldo Júnior.

nETP representa a fração conservadora capitaneada pelo presidente Bolsonaro
nETP representa a fração conservadora capitaneada pelo presidente Bolsonaro |  Foto: Marcos Corrêa / PR
 

Rusga entre Lula e ACM Neto é antiga.

Quem acompanha a política baiana e nacional há algum tempo, sabe muito bem que ACM Neto e Lula não se misturam. Ou melhor, nem se cumprimentam. Uma das mais contundentes provas disso é o discurso do ex-prefeito em 2005, quando ainda era deputado federal, que ameaçou "dar uma surra" em Lula diante de todo o plenário do Congresso. Hoje, o ex-prefeito ACM Neto contemporiza e atribui as declarações à falta de maturidade, mas o Brasil inteiro jamais esqueceu as palavras do desafeto.

 

  

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS