TSE e parlamentares discutem adiar as eleições; biometria pode ser dispensada

Publicado quarta-feira, 17 de junho de 2020 às 09:38 h | Atualizado em 17/06/2020, 09:52 | Autor: Da Redação

Apesar das novas datas das eleições de 2020 ainda não terem sido divulgadas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), especialistas da área e parlamentares se reuniram nesta terça-feira, 16, e discutiram o adiamento do pleito. A possibilidade de não usar a biometria também é analisada.

As eleições municipais estavam previstas para acontecer em outubro, porém, devido à pandemia do coronavírus, o pleito deve ser adiado. De acordo com o G1, as possíveis datas estão entre novembro e dezembro. Além disso, na reunião foram discutidas medidas para garantir a segurança das pessoas na votação.

O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, avaliou que o uso da biometria é uma questão que deve ser analisada. Para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), dispensar o uso da biometria contribui com a saúde pública por evitar o contato do eleitor com a urna.

Publicações relacionadas