"Vou ser líder da oposição, caso Lula vença", diz Moro

Moro já tinha afirmado estar “tentado” ao cargo de senador por aparecer em 1º lugar em pesquisas

Publicado sábado, 09 de julho de 2022 às 10:26 h | Atualizado em 09/07/2022, 10:32 | Autor: Da Redação
Ex-ministro havia se filiado ao Podemos para se candidatar ao Planalto
Ex-ministro havia se filiado ao Podemos para se candidatar ao Planalto -

O ex-ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro (PL), Sérgio Moro, afirmou que deve atuar como líder da oposição em eventual governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Moro disse ainda que seria uma “tentação” concorrer ao Senado, mas afirma que o União Brasil o “deixou à vontade para fazer essa escolha”.

Sobre concorrer ao cargo de senador, a esperança seria por "aparecer em 1º lugar" nas pesquisas de intenção de voto.

“Espero que isso não aconteça, mas, no caso de uma vitória do ex-presidente Lula, é natural que eu me coloque na oposição para liderar uma resistência necessária a políticas públicas indesejáveis em relação ao país e também ser uma voz no Congresso em favor da integridade e do combate à corrupção”, afirmou Moro em entrevista à Folha de S. Paulo publicada neste sábado, 9.

O ex-ministro havia se filiado ao Podemos para se candidatar ao Planalto. Depois, decidiu migrar para o União Brasil, que oficializou Luciano Bivar como pré-candidato. Na corrida para o Senado, o ex-juiz tentou mudar o domicílio eleitoral para São Paulo para concorrer ao Senado, porém teve transferência negada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Domiciliado no Paraná, Moro deve anunciar na semana que vem para qual cargo concorrerá nas eleições de outubro.

Sobre a mudança para o União Brasil, que tirou o posto dele de pré-candidato à Presidência da República, Moro disse não haver frustrações.

“Sempre fui tratado com muita lealdade por Bivar, mas nunca me foi dada a garantia”, falou. “A política tem uma dinâmica. Então, o que a gente tem que fazer é se adaptar às mudanças de cenários e, onde vê revés, na verdade, é uma oportunidade”.

Publicações relacionadas