MP irá investigar invasão de Capitão Alden em hospital de campanha

Publicado quarta-feira, 17 de junho de 2020 às 21:57 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Da Redação

O Ministério Público (MP-BA) se posicionou a respeito da repercussão envolvendo o deputado estadual, Capitão Alden (PSL-BA), nesta quarta-feira, 17. O parlamentar foi filmado enquanto invadia um hospital de campanha na cidade de Lauro de Freitas.

De acordo com a entidade, será instaurado o devido procedimento de investigação contra o deputado. O MP ainda reforça que vai apurar as condutas apontadas nas mais diversas fontes jornalísticas e de informação que "podem vir a ser caracterizadas como ilícitas e passíveis de responsabilização nas mais diversas áreas do direito".

Alden entrou sem permissão na área de isolamento respiratório do Hospital Riverside, onde é proibida a entrada de visita de acompanhantes sem a devida permissão médica.

Mais cedo, o secretário-geral do Partido Social Liberal (PSL), Alberto Pimentel, também teceu críticas ao parlamentar. De acordo com o representante da sigla, é necessário que haja "cautela, cuidado e respeito com os pacientes internados, além dos profissionais que trabalham nessas unidades".

Publicações relacionadas