Muniz sobre reeleição: "primeiro tenho que ouvir o povo de Salvador" | A TARDE
Atarde > Política

Muniz sobre reeleição: "primeiro tenho que ouvir o povo de Salvador"

Presidente da Câmara reafirma apoio à gestão Bruno Reis e projeta celeridade nas votações no primeiro semestre

Publicado quinta-feira, 08 de fevereiro de 2024 às 13:46 h | Atualizado em 08/02/2024, 14:31 | Autor: Lula Bonfim e Alan Rodrigues
Carlos Muniz defende construção de passarela para ambulantes no circuito Barra-Ondina
Carlos Muniz defende construção de passarela para ambulantes no circuito Barra-Ondina -

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Carlos Muniz (PSDB), destacou o apoio prestado à gestão de Bruno Reis (União Brasil) e procurou evitar polêmicas quanto à sua reeleição. Muniz afirmou que todos os projetos do Executivo foram votados em 2023 e prometeu manter a celeridade em ano eleitoral.

“Chegaram dois novos projetos que ainda não foram estudados pelas comissões. Falam sobre transporte público, espero que seja para beneficiar a população de Salvador. Pode ter certeza que se for para beneficiar a população de Salvador, iremos votar o mais rápido possível”.

O presidente da Câmara de Salvador também comentou a lei aprovada no Rio de Janeiro, que proíbe uso de celulares em sala de aula e sinalizou que a medida pode ser importada pela capital baiana.

“Eu acho que em sala de aula o aluno que tiver com celular ou com ‘tablet’ é pra estudar. Agora se for para estar interagindo em outra coisa a não ser estudo, sou a favor que seja proibido”, disse Muniz.

O tucano falou ainda dos projetos, seus e de outros vereadores, de desafetação de terrenos, incluindo alguns localizados na praia do Buracão. “Tenho conversado com os colegas e eles têm se mostrado favoráveis. Acho que até o primeiro semestre nós votaremos os projetos, não só o meu como de outros colegas que fizeram projetos parecidos. No caso do Buracão estamos pedindo para que algum processo que tenha dado entrada na Sedur seja repassado para a Câmara para ver se foram feitos estudos de impacto de vizinhança, impacto no trânsito, sombreamento na praia, para esclarecer a população”.

Sobre apoio de Bruno Reis para recondução ao cargo, Carlos Muniz desconversou e disse que a prioridade é a renovação mandato e depois vontade dos colegas. “Prefiro primeiro saber primeiro a vontade do povo de Salvador, depois ouvir a vontade dos colegas”.

Passarela

O presidente também opinou sobre a passarela dos ambulantes, no circuito Barra-Ondina e procurou minimizar a polêmica criada em torno do equipamento. “Nunca foi feito algo parecido com isso. O prefeito tem me dito que aquilo foi feito para benefício dos ambulantes. Se foi feito para benefício dos ambulantes acho que é algo viável. Só que quando você nunca fez algo nesse sentido, a população não tem o conhecimento correto e pode ficar do jeito que está. Mas se for para beneficiar as pessoas que mais trabalham no carnaval de Salvador tem todo meu apoio.”

Publicações relacionadas