Neto critica governos do PT e pede alternância de poder: "Querem liberar as drogas"

Publicado quinta-feira, 02 de dezembro de 2021 às 12:44 h | Atualizado em 02/12/2021, 14:11 | Autor: Rodrigo Aguiar e Lucas Franco

Em seu discurso no evento de oficialização de sua pré-campanha ao Governo da Bahia, ACM Neto (DEM/UB) fez duras críticas aos governos estaduais do PT e chegou a insinuar que o secretário de Segurança Pública do Estado, Ricardo Mandarino, é “a favor de liberar as drogas”, ao elogiar o modelo de gestão do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM/UB).

“Se Caiado acreditasse que segurança pública é problema nacional, ou que a solução é liberar as drogas, como defende o secretário de Segurança Pública da Bahia, tenho certeza que se você ficasse de braços cruzados, você não seria exemplo de governador”, disse Neto.O ex-prefeito de Salvador disse que a Bahia é líder no ranking de homicídios do país, mas não citou a fonte da pesquisa.

Para Neto, o estado precisa de alternância de poder. “Faz quinze anos que a Bahia caminha os mesmos caminhos. Houve avanço nesses 15 anos? Temos que ter honestidade e humildade intelectual de dizer que sim, mas poderíamos avançar muito mais”.

Mesmo sem dar detalhes sobre uma conjuntura nacional, o pré-candidato a governador da Bahia pelo União Brasil falou dos seus dois mandatos como prefeito e deu dados sobre saúde, educação e obras, além de outros temas. “É preciso ter coragem para tomar medidas impopulares, mas necessárias. Coragem para fazer o que nunca foi feito, até para fazer o que disseram ser impossível”.

Também no discurso, ACM Neto citou uma fala de Albert Einstein, de que “insanidade é fazer a mesma coisa e esperar resultado diferente”, criticou a esquerda e ouviu o coro da plateia de “Fora PT”.

“Os governos de esquerda gostam de se gabar, ou como dizemos na Bahia, ‘tirar onda’, de que só eles e apenas eles são capazes de tocar ações eficazes para a nossa população”, disse ACM Neto. “Lugar de bandido será na cadeia ou fora de Bahia”, completou ao final.

Publicações relacionadas