Prefeita de Praia Grande minimiza aglomeração de Bolsonaro: "A gente tem outras aglomerações que ninguém comenta"

Publicado sábado, 02 de janeiro de 2021 às 09:44 h | Atualizado em 02/01/2021, 09:48 | Autor: Da redação

A prefeita de Praia Grande, Raquel Chini (PSDB), minimizou a aglomeração promovida por Jair Bolsonaro ao nadar até uma multidão que se encontrava na praia da cidade. Ela tomou posse nesta sexta-feira, 01. 

“A gente tem outras aglomerações que ninguém comenta. Se você entrar nesses bailes que tem em várias cidades, bailes funks, que não parou nunca, eles continuam, ninguém quer enfrentar isso. Aglomerações imensas, literalmente. Pessoas bebendo, dançando, em ambiente fechado, galpão", disse a prefeito à Coluna Painel do Jornal Folha de São Paulo.

"A gente está numa praia, né? Não sou cientista, não sou médica para avaliar como se contamina na água salgada, se contamina, o que acontece se tem muita ou pouca gente. Acredito que se tiver contato com uma pessoa que esteja contaminada eu estou correndo risco, independentemente de estar com 10, 15, 20 ou 100. Uma pessoa basta para a gente já ter contato, se o contato for próximo”, continuou.

Ela diz acreditar que o debate em torno do ocorrido acontece por se tratar de Bolsonaro. “Sempre que o presidente vem aqui ele vai ser um alvo. Ainda mais nessa polêmica sobre Covid entre ele e o governador [Doria]. Sempre vai ser alvo de questionamentos, críticos. O lado que apoia vai falar bem, vai jogar em outro sentido. Complicado", finalizou. 

Publicações relacionadas