Pressionado, Alckmin disse que tomará decisão sobre 2022 nas “próximas semanas”

Publicado sábado, 04 de dezembro de 2021 às 11:17 h | Atualizado em 04/12/2021, 11:20 | Autor: Redação

Cogitado em uma chapa para a disputa presidencial com Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e como pré-candidato ao Governo do Estado pelo PSD, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse que decidirá seu futuro para 2022 “nas próximas semanas”, segundo a Folha de S. Paulo.

Alckmin está prestes a se desfiliar do PSDB e pode passar a integrar o PSB ou PSD. O PSB seria um possível destino caso o ex-governador de São Paulo seja vice na pré-campanha de Lula, enquanto o PSD gostaria de tê-lo como candidato ao Governo de São Paulo.

Também se mostra favorável à candidatura de Alckmin ao governo paulista o ex-deputado estadual Pedro Tobias (PSDB), amigo do ex-governador. Um flyer de um grupo autointitulado "Alckmistas por São Paulo" circulou por números ligados ao PSD com uma foto do ex-governador com a frase "Precisamos manter o foco, continuar construindo a ponte entre Geraldo Alckmin e o eleitor para garantir a vitória em primeiro turno".

Publicações relacionadas